24 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 21º

ACIDENTE FATAL | INTERIOR

Mãe reconhece o corpo de Emily por tatuagem no braço

Genitora foi avisada por uma amiga e esteve na delegacia para confirmar identidade da jovem

A- A+

Rosilene Carolina de Oliveira, de 45 anos, foi avisada por uma amiga que a filha, Emily Carolina de Oliveira Dias, de 19 anos, havia morrido em acidente na noite de ontem (28.jul), na BR-262, ao estar como passageira do veículo Gol, conduzido por Sidnei Ferreira dos Santos, de 35 anos, que estava bêbado

A mãe esteve na delegacia de Água Clara nesta manhã e pediu para verificar se a vítima era a sua filha. Indicou que a jovem tinha uma tatuagem de “leão” em um dos braços. Emily morreu ao ficar presa às ferragens. Após o Corpo de Bombeiros remover o corpo da jovem, ele foi levado ao Instituto Médico Legal de Três Lagoas (IMOL), pois, segundo a polícia, a vítima não portava documentos. Quando a mãe esteve na delegacia, a polícia solicitou que um agente do IMOL enviasse uma foto do braço de Emily para então concluir que a mãe estava certa.

Segundo Rosilene, a vítima começou a ter relacionamento com Sidnei a 30 dias. Ontem, a menina saiu do bar onde trabalha em Água Clara, por volta das 21h. A mãe disse que não estranhou a demora porque a menina teria avisado que iria fazer chapinha (procedimento no cabelo) na casa da irmã, Luana Caroline de Oliveira, no Bairro Nova Água Clara, ocasião em que Emily disse à mãe que iria “demorar um pouco”. 

De fato, Emily esteve na casa da irmã e na sequência Sidnei passou para pegá-la, pouco depois eles sofreram o acidente na BR-262.   

Tags: bêbado