14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Militares fazem curso de salto livre no céu do pantanal corumbaense

A- A+

Militares do Rio de Janeiro estão no município de Corumbá. Os militares participam do Curso Especial de Salto Livre. O curso é dividido em três fases, sendo que as duas primeiras ocorreram no Rio e em São Paulo. De acordo com o site Diário Corumbaense, no município é realizada a parte prática da terceira fase. “A parte teórica foi feita no Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais que teve duração de 10 dias úteis. Depois tivemos o Simulador de Queda Livre, um túnel de vento, com uma simulação muito real de uma queda livre. A terceira fase ocorre em Corumbá, pois a cidade oferece condições ideais por causa do baixo trafego aéreo, condições meteorológicas adequadas e a segurança para a realização do curso”, explicou o capitão de Mar e Guerra e comandante do Batalhão de Operações Especiais dos Fuzileiros Navais, Claudio Eduardo Silva Dias. 105 militares estão envolvidos no curso, e 30 participam diretamente dos saltos, realizados a sete, nove e 12 mil pés. “Esse curso e realizado pela Marinha do Brasil, porém nós temos dois oficiais do Paraguai e um oficial da Polícia Militar do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) do Rio de Janeiro participando”, informou o comandante Claudio Dias. Cada aluno tem o seu instrutor que avalia os saltos. Os alunos têm que ter no máximo 20 saltos para que o curso seja concluído. Alguns conseguem em um número menor, dependendo de como se saem nos saltos. O curso começou no dia 29 de setembro com a parte teórica no Rio de Janeiro e termina no dia 30 de outubro aqui na região pantaneira. Para o curso, os militares contam com o apoio do 6° Distrito Naval, Infraero e da Força Aérea Brasileira, que disponibiliza uma aeronave C-105 “Amazonas” e uma aeronave C-130 “Hércules”. Após a conclusão do curso, os novos saltadores livres estarão aptos para integrarem o grupo já existente e para participar de missões que exijam o  Salto Livre Operacional. Tayná Biazus