27 de janeiro de 2022
Campo Grande 30º 22º

NACIONAL | CONFINS (MG)

PM brasileiro, foragido internacional é preso após 10 anos

O homem disse, um dia após matar a esposa, que teria cometido suicídio

A- A+

Um Policial Militar de 47 anos, considerado foragido pela Justiça brasileira, foi preso, na tarde desta sexta-feira (3.dez.21), no Aeroporto Internacional Tancredo Neves em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Ele era procurado pela Interpol e acusado de homicídio qualificado pela morte de uma mulher com quem manteve relacionamento amoroso por cerca de quatro meses.

O crime ocorreu em 2011 em Governador Valadares, onde o homem nasceu.

Segundo a Polícia Federal, a Justiça decretou, em 6 de novembro de 2019, a publicação de difusão vermelha contra do policial, que havia fugido para os Estados Unidos.

"Escoltado por policiais federais americanos em voo fretado proveniente daquele país, o deportado foi preso por policiais federais brasileiros assim que desembarcou no Aeroporto Internacional em Confins", disse nota da PF.

O preso será conduzido para o Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde ficará à disposição da 3ª Vara Criminal de Governador Valadares, e poderá responder por homicídio qualificado, cuja pena pode chegar a 13 anos de reclusão.

O CRIME

Segundo a Polícia Federal, o crime aconteceu no dia 25 de maio de 2011, quando o homem armado atirou duas vezes contra a companheira.

Na manhã seguinte, e na tentativa de "dissimular a autoria do delito", o investigado acionou a Policia Militar, alegando que a vítima teria cometido suicídio durante a noite, sem que ele tivesse percebido.

A Polícia Federal não divulgou a identidade do homem nem a motivação do crime.