24 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 21º

Polícia

PMA capacita 39 policiais para aprimorar o trabalho de fiscalização ambiental

A- A+

A Polícia Militar Ambiental (PMA) formou nesta semana a 13ª turma do Curso de Policiamento Ambiental, que tem por objetivo aperfeiçoar os policiais da corporação e vindos de outras subunidades da Polícia Militar, para o trabalho de fiscalização, com foco na prevenção e repressão de crimes e infrações ambientais.

O curso que teve duração de 31 dia e contou com 222 horas/aulas, divididas em 31 disciplinas, iniciou em 1º de fevereiro e, pela primeira vez, por conta da pandemia de Coronavírus, a parte teórica foi 100% ministrada em plataforma de Ensino à Distância da Polícia Militar (EAD-PMMS).

Para as aulas práticas, ministradas em Campo Grande, todos os foram submetidos, mais de uma vez à testes para detecção do Covid-19. O curso contou com a participação de 39 Policiais e com essa edição, o estado passa a contar com 570 policiais qualificados para atender as requisições da fiscalização ambiental, que envolve normas e leis muito complexas, bem como as multas.

Durante o curso os alunos tiveram aulas teóricas de georreferencialmento, licenciamento, introdução ao direito ambiental e de todas as legislações que envolvem a proteção à fauna e flora e as fiscalizações, inclusive de agrotóxicos e outros produtos poluidores, bem como de perícia ambiental. E, aulas práticas de tiro, abordagem, controle e manejo de fauna, com destaque para a prática com ofídios, policiamento fluvial e outras práticas de crimes contra a flora e fauna. A parte fluvial foi ministrada no Parque Estadual das Várzeas do Ivinhema.

Nova  turma

Nesta sexta-feira (26), tiveram início as aulas de mais uma turma do Curso de Policiamento Ambiental (CPA), 14ª edição, que conta com a participação de 39 policiais militares, sendo um deles do estado do Mato Grosso. Como na edição anterior, a parte teórica do curso irá acontecer à distância, com o objetivo de evitar a propagação do Coronavírus.

Publicado por: Joelma Belchior

Fonte: SEJUSP-MS