25 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 21º

Polícia

PMA de Mundo Novo autua paranaense em R$ 36 mil por voçoroca de grande proporção

A- A+
 

Campo Grande (MS) Um proprietário rural, residente em Guaíra (PR), foi autuado por Policiais Militares Ambientais de Mundo Novo, que realizavam fiscalização nas propriedades rurais daquele município e localizaram em sua propriedade, processo erosivo de grande porte ontem (24). A falta de conservação do solo foi a causa do surgimento de uma voçoroca de grande proporção com ramificações e várias ravinas, sendo o canal principal de 255 metros de comprimento, por 15 metros de largura e três de profundidade.

O processo erosivo, que atingiu o lençol freático, causou a degradação de área protegida de preservação permanente de matas ciliares, carreando o sedimento erodido para um córrego que corta a propriedade, causando seu assoreamento. Os Policiais verificaram no local que, ao invés de realizar um projeto de recuperação da área degradada, o proprietário estava lançando vários tipos de resíduos, desde galhadas, resíduos de construção civil e até domésticos, como sofás, televisões, entre outros. A PMA determinou a interdição da área para proteção e recuperação, com proibição de atividades agrícolas e pecuárias.

 

Lençol freático exposto e lixo lançado na erosão.

O proprietário rural (75) foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 36.000,00 pelos danos ambientais encontrados na propriedade. Ele também responderá por crime ambiental de destruir área de preservação permanente. Se condenado por este crime, poderá pegar pena de um a três anos de detenção. O proprietário também foi notificado a apresentar um Projeto de Recuperação de Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental e a remover todos os resíduos do local.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL PMMS - (Contato TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. 3357-1500

 

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

 

Fonte: PM MS