18 de maio de 2021
Campo Grande 32º 19º

Polícia

Polícia Civil esclarece homicídio e prende suspeito em flagrante, em Dourados

A- A+

Dourados (MS): Na manhã desta data terça-feira (13) a Delegacia de Polícia de Dourados recebeu a notícia de achado de um cadáver numa plantação de milho localizado entre o Anel Viário norte e a aldeia indígena Bororó. Imediatamente a equipe do Depac e perícia compareceram ao local e identificaram a vítima como sendo Daniel Alejandro Londono Zuleta, de 24 anos.

A vítima apresentava lesões na região da cabeça, indicando que foi morta com golpes provocado por alguns instrumento pesado.

Durante as apurações os investigadores de polícia localizaram indivíduos que alegaram morar com a vítima, na Delegacia, narraram que a vítima teria saído na data de ontem por volta das 16h para cobrar parcela dos empréstimos de uma pessoa que tem um lava rápido e borracharia na margem da rodovia indo em direção a Itaporã do lado esquerdo dentro da reserva indígena.

As testemunhas narraram ainda que estiveram no local e conversaram com a mãe do dono do lava jato e com o dono por telefone e que estes teriam dito que Daniel esteve no local no horário informado, mas que teria ido embora.

A equipe deslocou até o lava rápido, pois, em tese, teria sido o ultimo local em que a vítima teria estado com seu veículo. O dono do lava rápido foi identificado como sendo, um homem de 35 anos. Durante as entrevistas no local, o suspeito apresentou algumas versões divergentes das que sua mãe narrava quando foi entrevistada naquele mesmo local.

Diante disso foi conduzindo para ser ouvido sobre os fatos e prestar os devidos esclarecimentos. Durante a permanência do suspeito na Delegacia a equipe localizou a motocicleta da vítima próxima ao local onde o corpo foi encontrado.

Ao ser confrontado com informações que já havia declarado o suspeito ficou confuso e não conseguiu sustentar seu relato esclarecendo aos policiais que queria narrar a verdade dos fatos. O suspeito, então, confessou o crime aos policiais, narrando que o desentendimento entre ele a vítima teria sido motivado por um empréstimo que o suspeito pegou com a vítima o que teria levado a vítima a ameaçá-lo. O suspeito apontou ainda como o corpo da vítima foi deixado no local, bem como o veículo da vítima, além de ter auxiliado os policiais a localizar o instrumento do crime e o celular da vítima.

Diante dos fatos, o suspeito foi preso em flagrante pelo crime de homicídio.

Fonte: PC MS