22 de setembro de 2021
Campo Grande 35º 23º

Polícia

Polícia Federal deflagra Operação Ianomâmi 709* de combate o garimpo ilegal em Roraima

A- A+

Boa Vista/RR - A Polícia Federal deflagrou a Operação Ianomâmi 709*, entre os dias 5 e 14 deste mês, com o objetivo de desarticular o garimpo ilegal e desmobilizar os garimpeiros envolvidos nas atividades em quatro áreas na região da Terra Indígena Ianomâmi.

A identificação dos locais foi fruto de levantamentos realizados pela PF com base em ações anteriores e em dados de inteligência, integrados à Plataforma de Monitoramento com Imagens de Satélite PLANET.

A ação, coordenada pela PF, contou com o apoio do IBAMA, ICMBIO, da Força Aérea e do Exército e realizou incursões nas regiões conhecidas como Couto de Magalhães, Parima, Catrimani e no Rio Uraricuera. Foram inutilizados bens dispostos diretamente nas atividades criminosas, como motores e aeronaves e feitas apreensões de objetos que poderão servir como meios de prova, como GPS, celulares e aparelhos de internet via satélite utilizados pelos suspeitos, além de ouro, mercúrio, armamentos e drogas.

Também foram coletadas amostras das águas dos rios da região, as quais serão objeto de análise da perícia da Polícia Federal.

Em apenas um dos garimpos, em região conhecida como Fofoca do Cavalo, no rio Uraricuera, os policiais estimaram a presença de mais de 2000 pessoas, que contavam com uma infraestrutura com bares, lan house, mercado e até um local onde parecia funcionar um consultório odontológico. 

Já nos dias 16, 17 e 19 a PF apoiou ação do Exército contra garimpos nos municípios do Uiramutã, Normandia e Alto Alegre.

*O nome da operação faz referência à determinação acerca da desintrusão de invasores em áreas indígenas contida em sede da ADPF 709, contexto no qual também se insere essa ação.

Comunicação Social da Polícia Federal em Roraima

Contato: (95) 3621-1522
E-mail: cs.srrr@dpf.gov.br