27 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 23º

Polícia Civil de Terenos media conflito agrário e apreende armas

Na terça-feira, policiais civis lotados na Delegacia de Polícia Civil de Terenos (MS), sob chefia do delegado, Dr. Reginaldo Salomão, prenderam em flagrante no pesqueiro Cachoeira em Virgínia, próximo a comunidade Ponte do Grego, distante 40 quilômetros do centro urbano de Terenos, um trabalhador rural, D.F de 76 anos. Ele é acusado de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

164768_2014.07.04.apreensão_em_terenos

De acordo com o Dr. Salomão, “ao tomarem ciência através de denúncia anônima de que pessoas na comunidade conhecida como Ponte do Grego estariam se armando para grilar terras e defender posse se digiram para lá com a intenção de mediar o conflito e apreender as referidas armas”.

Foi apreendido na chácara Cachoeira, de propriedade do senhor D.F, duas armas, sendo um revolver calibre .38 totalmente municiado com seis projéteis e uma espingarda calibre .28.

Os agentes ainda apreenderam 18 munições calibre .38 e 15 cartuchos intactos de munição calibre .28 e 03 deflagrados. O acusado foi solto mediante pagamento de fiança e vai responder o processo crime em liberdade.

A mediação de conflitos contou com a ajuda do Dr. Rubens Vilalva, presidente da OAB ( Ordem dos Advogados do Brasil), que compareceu na unidade policial de Terenos e auxiliou para apaziguar os contendores que se comprometeram com a Autoridade Policial e o Presidente da ordem a aguardar a decisão judicial sobre as terras em litígio.

Redação