25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Policia Nacional do Paraguai realizaram ações contra roubo e furtos de veículos na fronteira

A- A+

A operação conjunta teve inicio na tarde de segunda feira (15) por volta das 17:00hs, quando os agentes da SENAD e da Policia Nacional do Paraguai realizaram varias buscas e apreensões em residências situadas no bairro Santa Ana, São Geraldo e Virgem de Caacupe na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã. Onde foi preso o paraguaio, Victor Hugo Garcia Medina, que transitava pela cidade em um luxuoso Jeep, cor branca, placa XAR 863 Paraguai no momento de sua prisão.

Na primeira busca e apreensão realizada no bairro Santa Ana, os agentes policiais encontraram apenas resíduos de maconha, situação que coloca a residência como um possível deposito de cargas de drogas nesta parte da fronteira, já na segunda residência situada no bairro São Geraldo foi encontrada dois kilos e 300 gramas de maconha e dois veículos, um da marca GM-Prisma, cor prata, sem placas, tomada em assalto na cidade de Ponta Porã e um Toyota Corolla, cor branca, que utilizava a placa HBE 035 Paraguai que segundo os agentes da SENAD pertence a outro veiculo pela que a droga e os veículos encontrados no local foram encaminhados a base da Secretaria Nacional anti Drogas por ordem do promotor de justiça Gabriel Segovia.

Já na terceira residência situada no bairro Virgem de Caacupe foi preso Victor Hugo Garcia Medina com o Jeep e uma camionete Toyota Surf, cor branca, placa BAN 413 Paraguai e 881 gramas de maconha, que os agentes policiais acreditam ser apenas mostra da droga a possíveis compradores da carga de maconha que estava para a venda.

A ação foi desencadeada ante o alto numero de roubos e furtos de veículos ocorridos nos últimos dias na região de fronteira, onde os mesmos estariam sendo utilizado pelos narcotraficantes para o envio das cargas ao território brasileiro, a policia não se descarta que os veículos furtados ou roubados nesta parte da fronteira poderiam ser utilizados na pratica de outros crimes e cuja investigação que será levada a cabo apontara assim como os autores dos roubos e furtos.

Segundo o chefe da SENAD, Marcelo Benitez, as ações conjunta de combate aos ilícitos nesta parte da fronteira, continuara de forma permanente e as ações serão realizada após os serviços de inteligência localizar os locais utilizados como depósitos de drogas ou guarda de veículos, assim como locais de esconderijos de indivíduos procurados pela justiça.