23 de setembro de 2021
Campo Grande 35º 20º

PANDEMIA

Polícia prende assassino do ator Rafael e seus pais escondido no interior do Paraná

Ele teria retirado CPF falso em Ponta Porã

A- A+

O assassino Paulo Cupertino Matias, que matou a tiros o ator Rafael Miguel e os pais dele em junho de 2019 em São Paulo, foi preso no norte do Paraná, nesta 4ª-feira (28.out.2020). A informação foi confirmada pelo delegado geral da Polícia Civil de São Paulo. O assassino do ator de “Chiquititas” estava na cidade de Centenário do Sul. Cupertino estava foragido havia um ano e quatro meses.

Na 2ª-feira (26.out), a Polícia Civil descobriu que o empresário fez uma identidade com uma certidão de nascimento falsa em Jataizinho, no norte do Paraná. E que também teria retirado CPF falso em Ponta Porã. Indetificado a sua nova indetidade, em menos de 24h ele caiu.  

Além do nome falso, a certidão também constava nomes diferentes dos pais dele e teria como origem a comarca de Rio Brilhante, que fica em Mato Grosso do Sul. Os dois documentos foram cancelados.

Estava usando nome falso de "Manoel Machado da Silva" como um disfarce para se esconder.  

O comerciante teve seus dados incluídos na lista de criminosos mais procurados pela Polícia Civil de São Paulo. Ele é apontado como o autor dos disparos que matou o ator Rafael Henrique Miguel, 22 anos, e os pais do jovem, em junho de 2019 na zona sul da capital paulista.

*Com G1