17 de junho de 2021
Campo Grande 26º 15º

Policial militar é preso após agredir ex-mulher na Vila Almeida

A- A+

Um policial militar lotado na 5ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar), invadiu na manhã do domingo na Vila Almeida, em Campo Grande, a casa da ex-mulher e acabou agredindo ela e sua amiga. O policial foi preso em flagrante.

A mulher de 24 anos, disse que na noite do sábado saiu com sua amiga e foram a uma boate, na qual o ex-marido também estava. Por volta das 4h30, ao retornarem para casa com o namorado da amiga, teriam ido dormir. Por volta das 6h o policial pulou o muro da casa, arrombou a porta que estava trancada e começou a agredir a ex.

De acordo com estudante agredida,  as portas da casa estavam trancadas e no momento em que o policial conseguiu entrar, começou a gritar, mandando o namorado da amiga sair do local. Neste mesmo momento, ela começou a ser agredida e a amiga levou um soco no olho, pois ficou nervosa.

Por esse motivo, a ex-mulher do policial pediu que a amiga saísse, e isso fez com que o militar voltasse a agredi-la. A estudante disse não lembrar o que aconteceu, já que foi levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Vila Almeida desacordada. A estudante ficou com um dente quebrado, com o braço machucado e ficou roxa.

Os amigos da jovem pediram ajuda aos vizinhos, que acionaram a polícia. O militar foi preso em flagrante dentro da casa da jovem. A jovem disse ter estranhado  o comportamento do policial, já que, durante o período em que foram casados, por sete meses, ele não apresentou comportamento agressivo.

Ainda, conforme explicou a ex-mulher, o ex-marido foi solto na tarde se segunda-feira e o juiz liberou uma medida protetiva para ela e para a amiga, que obriga o PM a se manter distante pelo menos 300 metros das vítimas.

Tayná Biazus