22 de junho de 2021
Campo Grande 28º 16º

Menos acidentes

PRF divulga e comemora dados da Operação Carnaval deste ano

A- A+

O balanço final da Operação Carnaval, da PRF (Polícia Rodoviária Federal), que teve início a zera hora do dia 13 de fevereiro e término a zero hora de ontem, foi divulgado hoje na sede do órgão em Campo Grande. De acordo com a PRF, em 2014 foram registrados 61 acidentes, 37 feridos e uma morte, enquanto este ano foram 48 acidentes, 35 feridos e nenhuma morte nas estradas federais de Mato Grosso do Sul.

O inspetor Tércio Baggio comemorou os resultados. “Extremamente animador”, disse Baggio ao comentar que os números negativos diminuíram. Um ponto ressaltado pelo inspetor foi o número de condutores registrados por radares com excesso de velocidade. “Foram 5.029 registros de excesso de velocidade. Um recorde” frisou.

Com aumento de 40% do efetivo, a Operação Carnaval conseguiu flagrar muitos condutores infringindo as leis nas rodovias federais que cortam o Estado. “Mostra que quando a fiscalização é aplicada funciona”, comentou Baggio que ressaltou ainda a importância do aumento de efetivo dos PRFs em Mato Grosso do Sul para duas ou três vezes mais policiais para poder manter o ritmo dos trabalhos como na Operação Carnaval. 

Alcoolemia - O Estado ficou em primeiro no Brasil no maior número de pessoas presas por embriaguez ao volante, sendo 36 detidos e ficando o Estado do Paraná em segundo com 35 presos. Foram realizados 5.419 teste de alcoolemia. A multa para quem é flagrado alcoolizado conduzindo veículo é de R$ 1.915,00, 7 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e um ano de suspensão do direito de dirigir. “É uma questão cultural. A PRF está flagrando mais”, destacou.  

Um flagrante que chamou atenção foi de um condutor que registrou no hetilômetro 1.12 dcg/l de ar expelido dos pulmões quando o máximo que o aparelho pode registrar é de 1.20 dcg/l. “Isso mostra que o condutor bebeu bastante. Uma irresponsabilidade enorme”.

Apoio – A PRF destacou o trabalho feito pela CCR MS via, empresa que administra a BR-163, já que a rodovia teve melhorias e ajudou na diminuição de acidentes. Disponibilizando prestação de serviços como primeiros socorros e apoio em qualquer imprevisto aos veículos que passam pela BR-163. “É um apoio ao trabalho da PRF”, finalizou Baggio.

A próxima operação a ser realizada pela PRF é da Páscoa que deve começar em 5 de abril.