19 de junho de 2021
Campo Grande 27º 14º

Sejusp solicita informações a polícia paulista sobre caso de Marcelo Vargas

A- A+

O titular da Sejusp (Secretário de Justiça e Segurança Pública do Estado), Wantuir Jacini, afirmou na manhã de hoje, referente ao caso do presidente da Adepol, Marcelo Vargas, que pediu o compartilhamento de informações levantadas com o estado de São Paulo.

Em reportagem veiculada no Fantástico, no último domingo, referente a uma rede de caça-níqueis espalhada em alguns estados do país, Clayton Batista, dono de centenas de máquinas caça-níqueis, citou o presidente como um dos responsáveis no Estado, que segundo ele, faz “vista grossa” no Estado.

Marcelo Vargas negou envolvimento e enviou à Sejusp ontem um requerimento, no qual se coloca a disposição da justiça e disponibiliza a quebra de sigilo bancário, fiscal e de telefone, seu e de sua família, para que se prove que não há o seu envolvimento.

“Ontem eu fiz um ofício ao secretário de segurança de São Paulo, solicitando o compartilhamento das informações levantadas, e ele prontamente vai atender”, disse o titular da Sejusp.

Além disso, o secretário confirmou que recebeu o requerimento de Marcelo Vargas, e o anexou junto ao enviado também à Polícia Civil do Estado, para que, no momento em que mais informações seja recebidas de São Paulo, sejam repassadas a Jacini.

Conforme disse, no momento não será tomada nenhuma providência, não havendo então, nenhuma quebra de sigilo. “Somente após recebermos as informações concretas é que  vamos decidir que providências serão tomadas”, finalizou Jacini.

Tayná Biazus