20 de abril de 2021
Campo Grande 31º 19º

VIOLÊNCIA ELEITORAL

"Seu gordo sem vergonha", disse filho de candidato a vereador ao atirar contra comerciante

Atirou porque o comerciante não gostava do "Paulo do Posto". O próprio candidato disse que o estava sob efeito de álcool.

O filho do agricultor e empresário e candidato a vereador Paulo Meneguelli Pricinato (PSB), Marcio Adriano Pricinato, de 42 anos, é suspeito de atirar contra um comerciante douradense apenas por o homem não afeiçoar-se ao candidato. “Você pensa o que dá sua vida seu gordo sem vergonha”, disse o filho do vereador durante a discussão.  

O bate-boca que terminou com a tentativa de homicídio ocorreu na conveniência da vítima, que fica no Jardim Água boa na Grande Dourados. 

Segundo boletim de ocorrência, o filho do candidatado a vereador estava em um Landau/Ford, após a discussão entrou no carro e foi embora, mas retornou 15 minutos depois conduzindo uma S10 (modelo 2019, cinza), parou em frente a conveniência e percebendo que a vítima estava próxima (a uns seis metros), alvo fácil falou: ‘esse você mereceu. E disparou aproximadamente 10 tiros contra a vítima, que no reflexo, se escondeu atrás de uma coluna de concreto. 

Paulo Pricinato afirmou ao Campo Grande News, que ficou sabendo do ocorrido nesta 2ª-feira pela manhã e diz estar sendo perseguido pelo comerciante, que divulgou áudios desmentindo afirmações feitas pelo candidato em vídeos de campanha. "Está sempre provocando meu filho". 

O empresário disse acreditar que o filho estava sob efeito de álcool. "Já tinha tomado umas cervejas".

O candidato argumentou que o dono da conveniência agrediu Marcio, que reagiu. "Deu um tapa na cara dele, aí ele catou a arma na caminhonete", defendeu o candidato.