21 de outubro de 2021
Campo Grande 31º 17º

Fronteira

Subchefe da Divisão Anti-sequestro morre em troca de tiros

A- A+

O subchefe da Divisão Anti-sequestro, da Polícia Nacional do Paraguai morre na tarde sdesta quinta-feira, dia 24 de janeiro, durante troca de tiros com sequestradores na fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul.

O comissário Rufino Acosta, subchefe da Divisão Anti-sequestro, da Polícia Nacional do Paraguai, investigava o sequestro do empresário paraguaio Silvino Villalba Salinas, 66 anos, sequestrado por volta das 09h30, da última terça feira (22), na cidade paraguaia de Capitán Bado, na fronteira com Coronel Sapucaia e liberado horas da tarde, após familiares encabeçar as negociações.

Na tarde desta quinta feira (24) os investigadores da Divisão de Anti-sequestros teriam se deparado com os sequestradores e durante a troca de tiros na região situada entre Capitan Bado e a colonia Cerro 21, na fronteira com Aral Moreira, Rufino Acosta, acabou morrendo. Informações indicam que dois investigadores da divisão foram feridos e dois sequestradores foram morto a tiros na região.

O subchefe Rufino chegou a ser encaminhado ao hospital da cidade de Aral Moreira, onde chegou já sem vida. Quanto os outros dois investigadores, eles recebendo atendimento médico e deverão serem transferidos a um hospital com melhores aparelhagem médica.