21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

Ex-vereador

'Trabalharemos usando todas as hipóteses', afirma delegado sobre suposta queima de aquivo

"Inclusive sobre suspeita de ligação ao escândalo de exploração sexaul", afirma

A- A+

O delegado responsável pela investigação da morte de Alceu Bueno, Edilson dos Santos, voltou a afirmar nesta quarta-feira (21), que trabalhará levando em conta todas as hipóteses do qual teria sido o motivo real do assassinato do ex-vereador e reforça que inclusive trabalhará sobre a suspeita de que a morte esteja ligada ao escândalo de exploração sexual envolvendo a vítima. Foi aberto inquérito que apura homicídio doloso e ocultação de cadáver. 

Segundo o delegado depoimentos de familiares serão imprescindíveis para saber quais foram os últimos passos de Alceu Bueno antes do assassinato. A filha do ex-vereador foi ouvida na tarde desta quarta-feira (21), logo depois que o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) confirmou que as digitais do corpo carbonizado encontrado pela manhã eram do empresário.

Veja mais 

Pino no braço revela que corpo encontrado é de Alceu Bueno

Corpo é encontrado carbonizado e polícia suspeita que seja de ex-vereador

De acordo com o delegado imagens de câmeras de segurança instaladas próximas da região do Parque dos Poderes, talvez seja a "chave" para desvendar o crime.