27 de janeiro de 2022
Campo Grande 30º 22º

NACIONAL | HOMICÍDIO

Três amigos presos levam ao achado do corpo da jovem Amanda Albach

Desaparecida em Jurerê (SC) desde 15 de novembro foi achada nesta tarde

A- A+

A Polícia Civil de Santa Catarina encontrou no início da tarde desta sexta-feira (3.dez.21), o corpo da jovem Amanda Albach, de 21 anos. Ela estava desaparecida desde 15 de novembro após sair de um beach club na Praia de Jurerê Internacional, região nobre de Florianópolis (SC).

O corpo foi encontrado enterrado na Praia do Sol, em Laguna, litoral de Santa Catarina, informou o delegado Bruno Fernandes, da Delegacia de Investigação Criminal (DIC). O achado aconteceu após três amigos de Amanda serem presos na quinta (2.dez) em Canoas, no Rio Grande do Sul.

A Polícia Civil de Santa Catarina encaminhou o trio para Laguna, onde a investigação acontece e um dos presos indicou a localização do corpo, disse o delegado, que prometeu repassar mais informações ao longo desta sexta (3.dez).

Os suspeitos não foram identificados e, portanto, não foi possível ter acesso a suas defesas ou saber se já foram constituídas.

Autores do homicídio são amigos da jovem, diz advogado da família Michael Rodrigues Pinheiro.

Amanda era moradora de Fazenda Rio Grande, no Paraná, e se dirigiu para Imbituba, litoral de Santa Catarina, para passar o feriado da Proclamação da República. Ela viajou acompanhada por um casal de amigos.

De acordo com o advogado, o trio preso é composto pelo casal que acompanhava Amanda na viagem mais um conhecido visto com a jovem no beach club, no bairro Jurerê.

Eles são moradores de Laguna, mas naturais de Canoas. Eles chegaram a prestar depoimentos à Polícia Civil e apresentaram contradições nas versões, o que levantou a suspeita sobre o trio.

— Os presos foram os que estavam na viagem com ela. É esse casal e mais uma terceira pessoa que ainda não temos a identificação — comentou Pinheiro.

DESAPARECIMENTO

Procurada desde o dia 15 de novembro, a jovem saiu de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, com a intenção de passar o feriado da Proclamação da República em Imbituba (SC).

A viagem aconteceu em 13 de novembro, mesmo dia em que a família descobriu que Amanda foi vista pela última vez saindo de uma balada de um beach club na Praia Jurerê Internacional.

Segundo a família, Amanda mandou uma mensagem de áudio para uma sobrinha na noite de 15 de novembro informando que iria pegar um carro por aplicativo para retornar ao Paraná.

Os parentes ainda não sabem se a voz é, de fato, de Amanda e se ela retornaria ao Paraná partindo de Florianópolis ou Imbituba.

Via UOL