20 de junho de 2021
Campo Grande 25º 13º

"Faísca"

Trump não deve "levantar um dedo" contra Coreia do Norte sem aval da do Sul

"Nós queremos garantir que essa opção de outra guerra não seja colocada", diz Trump

A- A+

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, não deve "sob nenhuma circunstância" adotar ações militares contra a Coreia do Norte sem o consentimento da Coreia do Sul, disse a líder do partido governista sul-coreano, Choo Mi-ae, nessa quinta-feira (15).

"O presidente Trump frequentemente enfatiza que coloca todas as opções sobre a mesa", disse Choo a um centro de estudos de Washington. "Nós queremos garantir que essa opção de outra guerra não seja colocada sobre a mesa. Sob nenhuma circunstância o governo dos EUA deve avançar e explorar uma opção militar sem o consentimento da Coreia do Sul. Precisamos buscar uma solução pacífica para a questão em qualquer maneira que nos esteja disponível".

Os comentários de Choo, que deve se encontrar com autoridades do governo Trump em Washington, mostram a preocupação sul-coreana de que qualquer ataque dos EUA contra os programas nuclear e de míssil da Coreia do Norte pode provocar retaliações devastadoras por parte de Pyongyang (a capital norte-coreana) contra Seul. (Com EBC).