12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Universitários que estavam em churrasco são trancados em quarto durante assalto

A- A+

15 minutos de terror e pânico. Este foi o tempo necessário para dois bandidos encapuzados “limparem” uma república de estudantes que faziam um churrasco em frente a uma república na Rua Generoso Siqueira, próximo ao cruzamento com a Rua Baldomero Leituga no bairro Vila Nova, em Três Lagoas.

?Conforme foi apurado pela reportagem, por volta das 22h desta segunda-feira (03), sete estudantes do curso de engenharia de produção da faculdade AEMS faziam um churrasco e tomavam cervejas na frente do imóvel e ao serem rendidos, foram obrigados a entrarem no quarto da casa onde permaneceram trancados. Segundo os jovens, a todo o momento do roubo a dupla agiu com violência e intimidações apontando armas de fogo engatilhadas contra a cabeça das vítimas, ordenando que tudo de valor fosse entregue.

Foram roubados anéis, pulseiras e correntes de ouro, um notebook da cor preta da marca Acer, um Iphone 4, um iPad, um tablet da cor branca da marca Sansung, outros dois aparelhos celulares, carteiras com documentos pessoais das vítimas e cartões de crédito e débito e cerca de R$ 300,00 em dinheiro.

Em seguida, a dupla fugiu e não levou nenhum carro que estavam na garagem e na frente da casa, com as chaves no contato, como por exemplo, uma VW Saveiro, um GM Celta, uma motocicleta Honda Titan 150 e uma camionete Nissan Frontier, pertencentes aos estudantes que residem nas cidades paulistas de São Paulo, Bauru, Guaraçaí e Araçatuba.

Durante o atendimento de três equipes policiais e outra do Serviço Reservado com a coordenação e comando de um tenente, os militares conseguiram recuperar o aparelho celular Iphone, que foi jogado n esquina das Ruas Oscar Guimarães e Domingos Rimoli no bairro Santo André, a aproximadamente 1 km do local do roubo.

A Polícia Militar continua realizando diligências para tentar localizar e prender os assaltantes que ainda não foram identificados. Apesar do susto, nenhumas das vítimas saíram feridas na ação delituosa. Objetos conhecidos como “enforca gato” também foram apreendidos na casa ao serem deixados pelos criminosos que pretendiam amarrar as vítimas. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (DEPAC).