23 de setembro de 2021
Campo Grande 35º 20º

Polícia

Vara criminal envia Código QR para facilitar acesso às audiências virtuais

A- A+

Mudar a forma como a prestação jurisdicional ocorre se tornou uma necessidade para evitar a paralisação do andamento das ações judiciais durante a pandemia. Entre as soluções mais utilizadas, as audiências virtuais se tornaram praticamente regra nesse momento. Todavia, para muitos, o uso da tecnologia da videoconferência por meio de ferramentas popularizadas como o Google Meet e o Microsoft Teams ainda implica vencer dificuldades de acesso e/ou até mesmo de familiaridade com esses aplicativos digitais.

Foi a partir das experiências enfrentadas nas rotinas de videoconferências, que a 2ª Vara Criminal de Campo Grande pensou em oferecer uma opção para facilitar o acesso aos links dessas audiências virtuais.

A ideia de disponibilizar um Código QR foi da assessora da vara, Camila Tozetti Santos. Ela conta que, em conversa com o chefe de cartório, Bruno Assano Umeki, pensou em facilitar o ingresso das partes nas videoconferências, isto porque, no dia a dia, muitas vezes os assessores precisam dar um suporte técnico em razão das dificuldades que as partes apresentam em utilizar o link informado no mandado de intimação, o qual é composto por uma sequência de diversas letras e algarismos. Coube ao chefe de cartório pôr em prática a ideia.

O Código QR pode ser facilmente escaneado por qualquer celular com câmera. Esse código é convertido em diversas finalidades. No caso da 2ª Vara Criminal, este código contém o link de acesso da respectiva audiência que a parte está sendo intimada a participar.

Segundo o chefe de cartório, "é uma iniciativa simples, mas que facilita o acesso das salas de videoconferência para todas as partes, não apenas as que tem dificuldade com a tecnologia, isto porque abrir o link da audiência ativando o QR Code pela câmera do celular é muito mais prático do que digitar a sequência de algarismos que fazem parte do link de acesso. É uma opção a mais, pois nos mandados disponibilizamos tanto o link tradicional quanto o QR Code e o jurisdicionado opta qual deseja utilizar".

Desde a última sexta-feira (12) todos os mandados de intimação da 2ª Vara Criminal que estão sendo expedidos já contém o Código QR.

Saiba mais Existem hoje na internet vários sites que geram o Código QR gratuitamente. O chefe de cartório da 2ª Vara Criminal explica que utiliza esses sites gratuitos. Para gerar o código, ele informa o link das audiências e o site disponibiliza a imagem. Aí, basta inserir o QR Code nos modelos dos mandados.

Fonte: TJ MS