26 de julho de 2021
Campo Grande 34º 20º

INTERNACIONAL | LAS VEGAS (CONDADO DE CLARK)

Casal acusado de esquartejar pai faz vídeo celebrando 'emoção' de fazer sexo após homicídio

Os dois teriam matado depois de os pais terem proibido a relação da filha

A- A+

Sierra Halseth, de 16 anos, e seu namorado Aaron Guerrero, de 18 anos, estão sendo acusados da morte de Daniel Halseth, de 45 anos, esquartejado em sua casa em Las Vegas em abril. Ele era marido da ex-senadora Elizabeth Halseth, que exerceu mandato entre os anos de 2010 e 2012.

O casal de jovens gravou vídeo rindo depois de levantarem a hipótese de matarem alguém e terem relações sexuais. O vídeo teria sido filmado enquanto estavam em fuga, imagens que estão agora sendo usadas contra eles em tribunal. “Bem vindos ao nosso canal de YouTube...Dia 3 depois de termos matado alguém", diz Aaron. “Whoa! Não filme isso”, responde Halseth, ao mesmo tempo em que ri.

O vídeo teria sido registrado em abril, seis dias depois de os dois terem, supostamente, matado pai de Sierra. Depois do assassinato o casal fugiu no Nissan Altima azul da vítima, mas foram encontrados menos de uma semana depois em Salt Lake City, enquanto planejavam fugir para a Califórnia.

Os dois teriam matado Daniel depois dele e sua esposa terem proibido a relação da filha, noticia o NY Post. 

Apesar de ter apenas 16 anos, Sierra será julgada como um adulto, embora não possa ser condenada a prisão perpétua. Aaron e Sierra são acusados de homicídio, conspiração, incêndio criminoso, roubo e utilização fraudulenta de um cartão de crédito.

VEJA O VÍDEO