06 de maio de 2021
Campo Grande 25º 16º

VIOLÊNCIA

Vídeo: Mulher transexual denuncia ter sido agredida no meio da rua

Agressões só param quando chega um outro homem que se identifica como policial e ordena. "Tira a mão dela"

A- A+

A mulher transexual Geany Lemos denunciou por meio de vídeo o momento em que foi agredida hoje (9.abril) por um homem em Itaperuna (RJ). O homem teria descido do carro e começou a praticar agressões contra ela. 

De acordo com a denunciante, ela cobrava valores de outro homem, de um “programa” que fez, momento em que o homem do vídeo desceu e começou a agredir. “Hoje em Itaperuna fui uma das vítimas de transfobia, fui agressivamente agredida por este homem, que sem saber dos motivos já desceu de um carro me agredindo! Pelo simples motivo de eu querer receber um valor do meu programa, sendo que não estou pedindo nada a ninguém, estou apenas cobrando algo que é meu por direito”, introduziu. 

“Infelizmente é o mundo que nos Trans vivemos, um mundo que nós sempre somos erradas, que nunca veem o outro lado da moeda! Acabei de sair da delegacia e tudo ser esclarecido, e graças a Deus estou bem, obg pelas mensagens de apoio, amo vocês! esse é o mundo que nós vivemos!!! Compartilhem e vamos tentar mudar essa nossa rotina, das maiorias das trans e LGTBS do mundo todo!!!!”, disse Geany. 

No vídeo o homem inicia as agressões após ser afastado. “Você não é abrigado a ficar”, diz alguém que filma a cena, que parece ser amiga de Geany. O homem inicia então uma sequência de agressões, derrubando Geany contra o chão à medida que desfere golpes, depois de enforca-la. As agressões só param quando chega um outro homem que se identifica como policial e ordena. “Tira a mão dela [dá uma gravata no agressor] tira a mão dela, é polícia!”, avisa.

O Deputado Federal (PSOL/RJ), David Miranda condenou as agressões e classificou como transfobia. “Estamos entrando em contato para ajudar no que for possível”, postou.     

VEJA  O MOMENTO DAS AGRESSÕES - CENAS DE VIOLÊNCIA