18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

Vizinho de taxista confessa ser autor do crime motivado por dívida de R$ 9 mil

Em menos de 24 horas, a Polícia Militar de Sidrolândia – distante 70 quilômetros de Campo Grande – prendeu autor da morte do taxista Josâ Mota de Oliveira cujo corpo foi encontrado dentro do táxi próximo a assentamento no município no fim da manhã desta segunda-feira (28).

Anildo Rodrigues, 55 anos, confessou ter a matado a golpes de faca o taxista por causa de dívida de R$ 9 mil. Anildo e Josâ eram vizinhos. Os policiais prenderam Anildo por volta das 19 horas depois de receber denúncia anônima.

O suspeito contou à polícia que foi até a casa de Josâ tentar cobrar a dívida, quando eles entraram em luta corporal e Anildo atingiu Josâ com facadas. Mesmo ferido, o motorista entrou no carro para tentar fugir, mas acabou morrendo com o carro em movimento, que parou quando acertou uma cerca.

Segundo o tenente Klayton Andrade, em entrevista ao site Região News, comandante do Pelotão da Polícia Militar, não houve resistência na prisão. “Os militares chegaram, deram voz de prisão e Anildo confessou o crime, afirmando ser homem o suficiente para assumir e pagar pelo que fez”, conta. A arma do crime, a faca, não foi encontrada porque Anildo disse ter jogado em matagal.