09 de maro de 2021
Campo Grande 31º 21º

ESPORTE

As previsões da indústria de apostas esportivas para 2021

Prevê-se que a indústria de jogos ultrapasse US $ 180 bilhões até 2021

A indústria de jogos mudou drasticamente no último ano. Especialistas estão prevendo que ainda mais mudanças estão no horizonte. Como acontece com todas as outras indústrias, a pandemia COVID-19 afetou o mercado de apostas esportivas, seu desempenho, cenário competitivo e perspectivas futuras.

Dito isso, prevê-se que a indústria de jogos ultrapasse US $ 180 bilhões de dólares até 2021, à medida que a indústria cresce e se desenvolve. O mercado de apostas esportivas está inovando, com novas estratégias de monetização, até plataformas de jogos. E os jogadores têm respondido bem a essas inovações, o que torna o cenário para 2021 ainda mais favorável.

O ano de 2020 nos ensinou que você nunca sabe o que o futuro nos reserva. Ainda assim, é possível imaginar que 2021 provavelmente verá uma explosão contínua no crescimento de plataformas e aplicativos de apostas esportivas online. Os cassinos, com partidas de roleta online ou mesas virtuais de carteado são uma febre. 

As restrições relacionadas ao COVID-19 significam que a maioria dos cassinos fechou completamente as portas a todos os negócios. Muitos jogadores ávidos fizeram a transição para o online, com a utilização de aplicativo e sites especializados.

É provável que muitos desses jogadores, depois de se familiarizar com jogos e aplicativos online, continuem a jogar online em 2021. A indústria está atraindo novos adeptos e mantendo o interesse daqueles considerados veteranos. Como fazer isso? Inovando continuamente, com novos e opções de pagamento com criptografia, por exemplo.

Isso sem contar as modificações impostas pelo calendário de eventos. A indústria de esportes tem sido uma indústria em crescimento ao longo da última década, e mesmo se a pandemia COVID-19 não tivesse ocorrido, ela teria continuado a crescer em popularidade.

Na pandemia, fãs de esportes ávidos se voltaram para o consumo de jogos eletrônicos para preencher o vazio da ausência de competições oficiais e, à medida que a pandemia continua, o mesmo acontece com seu interesse pelos esportes eletrônicos.

Uma pesquisa de mercado feita recentemente nos Estados Unidos mostrou que muitos desses fãs tendem a continuar jogando e apostando online mesmo quando a pandemia diminuir. Isso significa que o mercado está em plena expansão e conquistando um núcleo de pessoas que não estava interessado em participar desse tipo de atividade.

Você provavelmente notou que a forma como consumimos mídia mudou drasticamente. Em vez de comprar DVDs para assistir a filmes ou pagar pela TV a cabo, cada vez mais consumidores estão optando por pagar por serviços de assinatura como o Netflix.

A mesma abordagem de monetização foi adotada por muitas das maiores empresas de jogos do mundo. Em vez de os jogadores precisarem comprar consoles e depois comprar jogos individuais, muitas empresas estão lançando jogos online.

Muitos desses jogos, como Fortnite, são gratuitos e contam com muitos seguidores. São jovens, crianças e adultos que passam horas e horas interagindo entre si para falar sobre aspectos do jogo. Em alguns casos, eles gravam horas de lives e apostam quem consegue ir mais longe no jogo.

Prevê-se que as plataformas de streaming crescerão ainda mais em popularidade em 2021. Plataformas como o Twitch permitem que os streamers ganhem a vida jogando videogames, conversando com fãs e interagindo com outros jogadores.

Streamers populares em plataformas de streaming acumularam um grande número de seguidores dedicados, que impactaram na criação de comunidades em fóruns e painéis de discussão. É uma propaganda gratuita e extremamente capilarizada. São jovens que gastam muitas horas do dia falando sobre determinado jogo.

Esses jogos, muitas vezes, são alvos de apostas e até mesmo campeonatos. Não é à toa que, nos últimos anos, campeonatos mundiais de eSports viraram febres mundiais, com premiações milionárias, transmissões em programas de TV e muita mídia envolvida.

Vale destacar ainda que o streaming é particularmente atraente agora, já que a pandemia de COVID-19 fez com que muitas pessoas se sentissem mais isoladas e alienadas do que nunca. Diante disso, o Facebook, por exemplo, lançou o Facebook Gaming, uma plataforma de streaming dentro do Facebook.

Enquanto o cenário da pandemia é desolador para alguns mercados, como  de turismo e eventos, que ainda não podem gerar aglomerações em hotéis, casas de show e praias, plataformas de jogo online, como cassinos e apostas esportivas, estão comemorando.