19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Ator e ativista em defesa da cultura afro-brasileira, Antonio Pompêo morre aos 62 anos

Morreu nesta terça-feira (5) o ator, artista plástico e ativista, Antônio Pompeo, aos 62 anos. Policiais militares encontraram ator morto me casa no Rio de Janeiro, a causa da morte ainda não foi divulgada. 

Pompêo estreou na televisão em 1965 na novela "A Moreninha" na TV Globo. O ator também era artistas plástico e teve papel importante na luta pelo direitos dos negros no Brasil e pela valorização da cultura afro-brasileira. Entre anos de 2007 e 2008, Pompêo atuou como presidente-substituto e diretor do Departamento de Fomento e Promoção da Cultura Afro-brasileira da Fundação Cultural Palmares, vinculada do Ministério da Cultura.

Pompêo foi um dos idealizadores do Projeto A Cor da Cultura, que se converteu em material de apoio pedagógico em todo o território nacional para a formação de docentes e estudantes em História e Cultura afro-brasileiras.

O projeto a Cor da Cultura teve seu início em 2004 e, desde então, tem realizado produtos audiovisuais, ações culturais e coletivas que visam práticas positivas, valorizando a história da cultura afro-brasileira, fruto de uma parceria entre o Canal Futura, a Petrobras, o Cidan – Centro de Informação e Documentação do Artista Negro, TV Globo e Seppir – Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República.