16 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

Variedades

Carla Diaz terá que depor em processo e declara: "Racismo reverso não existe"

source
Carla Diaz em vídeo explicando que terá que prestar esclarecimento em um inquérito sobre racismo
Twitter/Reprodução
Carla Diaz em vídeo explicando que terá que prestar esclarecimento em um inquérito sobre racismo

Nesta quinta-feira (8), Carla Diaz usou suas redes sociais para avisar seus seguidores que foi intimada a prestar depoimento na polícia em um inquérito que investiga se ela sofreu discriminação racial no "BBB 21". No vídeo, ela explica que não foi ela que abriu a queixa:

"Eu levei um susto, óbvio, até porque alguém pediu para a delegacia instaurar um inquérito, e eu vou ter que prestar esclarecimento sobre um procedimento de preconceito racial. Sim, como se eu fosse a vítima", começou explicando.

"Acho isso um absurdo, não tenho mais detalhes e meu advogado está no caso. Racismo reverso não existe. Vamos ler, vamos nos informar, a internet está aqui pra isso. Estou muito chateada, porque isso começou quando eu ainda estava na casa e usaram meu nome sem meu consentimento para me colocar nessa situação", falou a ex-sister, que afirmou que racismo contra pessoas brancas não existe.

Enquanto Carla ainda estava no programa, a Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) abriu um inquérito após pedido do desputado estadual Anderson Moraes (PSL), que considerou que a participante Lumena Aleluia cometeu um crime contra a atriz a chamando de "sem melanina" e "desbotada".

Veja o vídeo:


Fonte: IG GENTE