26 de outubro de 2021
Campo Grande 29º 17º

"A FAZENDA 13"

"Colocaram a vítima como vilã", diz nota de repúdio à Record sobre estupro em Reality

Nego do Borel foi expulso e agora equipe de modelo se posiciona sobre o que a emissora mostrou na TV

A- A+

Nota de repúdio direcionada à RecordTV e à produção de A Fazenda 13 foi publicada pela equipe de Dayane Mello, em que é argumentado sobre a  forma como foram contados os fatos que culminaram com a saída de Nego do Borel do reality, sob suspeita de ter estuprado Dayane, foi banalizada e que "colocaram a vítima como vilã."

Primeiro é a expulsão do funkeiro e chama a edição da atração deste sábado (25) de "triste e absurda". 

"Segundo o programa exibido, o resumo da noite da vítima foi correr atrás do homem que a violentou, dando indícios e sinais afirmativos para que o mesmo se sentisse livre para praticar o ato. Mostrando uma narrativa dos fatos, na qual colocam a vítima do abuso como alguém que buscou se colocar naquela situação, além de romantizarem todo o ocorrido", inicia.

Ainda, o comunicado ressalta que a edição do programa ignorou que a modelo já trocou selinhos e carícias com Aline Mineiro e que o estado de embriaguez no qual Dayane se encontrava foi ignorado. A nota ressalta que ela precisou da ajuda de quatro pessoas para conseguir se vestir.

"Esconderam dos olhos do público as diversas vezes que Dayane disse para parar, que não podia e não queria. Não mostraram as falas repugnantes do participante falando que precisava de concentração para seu órgão íntimo ficar rígido o suficiente para praticar atos sexuais", salienta o anúncio, que finaliza criticando a exposição da conversa na qual ela fala sobre o ocorrido com a produção da atração.

"São tantas lacunas que não foram preenchidas e distorções exibidas pela edição do programa, que apenas uma nota não seria o suficiente para expor", diz a equipe ao final do anúncio.

ENTENDA

Leno Maycon Viana Gomes, o Nego do Borel, do reality A Fazenda 13, foi expulso no último sábado (25.set.2021).  A decisão aconteceu após os espectadores acusarem o participante de supostamente estuprar a modelo Dayane Mello na madrugada do mesmo dia, após a segunda festa do programa.

Em nota oficial enviada à coluna Zapping, a Record afirmou que "diante dos fatos apurados, a direção da Record TV decidiu pela retirada do Nego do Borel da competição". A emissora também informou que a participante passou por atendimento psicológico.

Circulam nas redes sociais trechos de vídeos dos peões no quarto após a comemoração. Dayane aparentava estar muito bêbada e outros participantes a ajudaram a se trocar e a se deitar.

Em uma das imagens, MC Gui, 23, aparece perguntando se ela gostaria de ficar onde estava, com Nego do Borel sobre ela, ou ir para a cama dela. "Papo sério, se ela não quiser sair, você sai, Nego", ele disse, e alegou ser melhor para evitar problemas.

Ao fundo, vozes femininas afirmavam que ela estava "totalmente bêbada" e concordam com a instrução. Em outro vídeo, Borel está deitado ao lado de Dayane, a abraçando, e outros participantes tentam afastá-lo, enquanto o cantor pede: "Calma aí".

Um dos trechos mais sérios é o que mostra o quarto durante a madrugada, com os demais participantes dormindo. As limitações da câmera não permitem que as imagens e o áudio sejam claros.
Segundo o público, nos trechos, Nego do Borel estaria na cama com Dayane, que não reagia por estar inconsciente. Há sons que parecem gemidos e, em alguns momentos, é possível ouvir a voz da modelo, quase inaudível, murmurando que tem uma filha.