12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Comerciantes da Antiga Rodoviária comemoram dia do Trabalhador com 3ª edição do evento Travessias

A- A+

Com objetivo de comemorar o dia do trabalhador, no dia 1º de maio, foi idealizado em 2013, o evento `Travessias`. Uma ação social aliada com apresentações culturais que pretende exaltar a data dos cidadãos brasileiros responsáveis pelo desenvolvimento do nosso País, Estado e Capital.

Realizado nas dependências do Centro Comercial Condomínio Terminal do Oeste, antiga Rodoviária, na região central de Campo Grande, o evento contabilizou mais de duas mil pessoas que visitaram e receberam atendimentos de emissão de carteira de identidade, cortes de cabelo, atendimento preventivo do câncer de mama, ginecológico e vacinação.

Na área de lazer e cultura, os participantes puderam assistir apresentações esportivas como box, capoeira e tênis de mesa, e sessões de cinema (Cineclube), teatro, dança e performances com artistas locais. Foi montado ainda, um espaço infantil para crianças participarem de atividades lúdicas.

Cabe destacar que a ação só foi possível com apoio dos comerciantes da Rodoviária, da parceria com a Prefeitura de Campo Grande que disponibilizou equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), Fundação Social do Trabalho (Funsat), Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) e Fundação Municipal de Cultura (Fundac). Outros parceiros essenciais foram a Federação de Box, o Coletivo Vaca Azul, a Cia Adote, o Colegiado Setorial de Audiovisual, o Cineclube Transcine e a Najon.

A expectativa para a edição de 2015 é congregar novamente o grupo para oferecer mais uma grande comemoração aos cidadãos campo-grandenses que poderão aproveitar a oportunidade para buscar alguns serviços essenciais e levar a família para apreciar as atrações culturais. Na primeira edição, o Travessias funcionou das 8h às 18 horas e ao final do evento, a organização contabilizou 150 cortes de cabelo, 50 emissões de carteira de trabalho e 200 carteiras do SUS – Sistema Único de Saúde.

“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da Travessia e, se não ousarmos faze-la teremos ficado, para sempre, às margens de nós mesmos. (Fernando Pessoa).