04 de julho de 2022
Campo Grande 31º 23º

CONDENADO

Ex goleiro Bruno é novamente condenado em caso Eliza Samúdio e precisa pagar mais de R$70 mil

11 anos após assassinato de Eliza Samúdio, ex goleiro Bruno é novamente condenado

A- A+

O ex goleiro Bruno, um dos mandantes no brutal assassinato de sua ex esposa, Eliza Samudio, foi novamente condenado, dessa vez pela justiça do Mato Grosso do Sul.

A decisão foi assinada pelo juiz da 6ª vara de família e sucessões, Alexandre Tsuyoshi Ito, na ocasião, Bruno terá que pagar mais de R$ 70 mil reais em pensão alimentícia para seu filho, Bruninho, além de voltar a ficar preso na cadeia.

O pagamento de 70 mil reais é referente a dois salários mínimos por mês desde 2020 com os reajustes atuais, o magistrado determina que Bruno permaneça preso até que “efetue a quitação de todas as parcelas pendentes ou pelo prazo máximo de 3 meses”
 

Bruninho, de 12 anos, é filho de Bruno com Eliza Samúdio, segundo a avó materna, ele jamais recebeu pensão alimentícia do ex goleiro.


Bruninho nasceu no ano do assassinato de sua mãe, Bruno foi condenado por homicídio triplamente qualificado, crime que completou 12 anos.

Ele chegou a ser sequestrado e mantido em cárcere privado, crimes pelo qual Bruno foi condenado também. Após ser resgatado, a criança foi entregue à avó materna, Sônia Moura, com quem vive desde então em Campo Grande (MS).

Em abril, o esposo Hernane Silva de Moura, morreu. Antes da morte, Sônia fez uma “vakinha” on-line para conseguir levantar dinheiro para custear os gastos do neto.