18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

Sem local

Fundac descumpre acordo e integrantes do Zouk da Orla não têm lugar para ensaio

A- A+

Os integrantes do projeto Zouk temem ficar sem local para ensaio na Orla, porém a Fundac (Fundação Municipal de Cultura) não cumpre ordem judicial da promotoria do meio ambiente.

O projeto está parado desde julho, com isso os integrantes estão impedidos de ensaiar, a ordem é da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, que determinou a Fundac a cumprir algumas exigências para liberar a continuidade dos ensaios.

Uma das moradoras que reside próximo da Orla entrou com uma ação na justiça pedindo o cancelamento dos projetos culturais e eventos promovidos por lá, alegando barulhos e falta de segurança.  

De acordo com a líder do projeto, Kelly Tammy, 42 anos, a promotoria fez algumas exigências, e determinou que no local fosse instalados banheiros químicos e que um fiscal da Fundac estivesse presente para acompanhar os ensaios, mas a ordem não foi cumprida pela Fundac, e com isso eles não têm alternativa.“Nós não temos apoio da fundação”, lamenta.

O projeto existe desde 2011, atualmente participam cerca de 50 integrantes, boa parte deles tem entre 15 a 50 anos, a maioria deles são de vários bairros da Capital.

Outra reclamação apontada pelos integrantes, é que não conseguem conversar com os advogados da Fundac. “Eles falam para procurar, mas não conseguimos ser atendido”, reclama Kelly.

Os integrantes promoveram um abaixo assinado na comunidade, ao todo já são 400 nomes. As assinaturas serão encaminhadas para Promotoria do Meio Ambiente para convencer a justiça a liberar o local para realização dos ensaios.

Os ensaios eram realizados aos domingos, das 18h30 às 21h30. Os integrantes prometem entrar na justiça, caso não consiga o retorno do projeto.

Fundação

A presidente da Fundac, Juliana Zorzo, negou que as exigências, apresentadas pelos integrantes do projeto, estejam no TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado entre a fundação e o MPE, e que cabe ao ministério público a liberação do espaço para realização dos ensaios.  Juliana também negou que o jurídico da Fundac não tenha atendido os membros do Zouk na Orla. “Nossos advogados sempre estão à disposição”, esclareceu Zorzo.