25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Mestre cervejeiro de Minas Gerais vem a Capital dar curso de cervejas artesanais

A- A+

Cerveja é uma paixão nacional. Mas nos últimos anos, palavras diferentes como Ale, Lager, Pilsen, Dunkel, Weiss começaram a fazer parte do vocabulário de quem gosta da bebida mais consumida no país. Todas elas são denominações de tipos de cervejas que, no mercado brasileiro, ainda são chamadas de especiais e sua produção se da, principalmente, por microcervejarias que começaram, em sua maioria, como um hobby dos fundadores.

O mercado tem se profissionalizado, ganhado espaço no exterior e, cada vez mais, o setor cervejeiro tem deixado de ser apenas um hobby. Hoje, no Brasil, existem cerca de 270 microcervejarias, e muitas começaram com panelas, no quintal de casa mesmo.

Um desses casos é o da Cervejaria Taberna do Vale, em Belo Horizonte (MG). Toda vez que tinha churrasco em casa, Felipe fazia cerveja para os amigos. "Eu cheguei em um ponto no qual eu estava tomando conta da minha casa com as minhas coisas da cerveja", conta Felipe Viegas, proprietário da empresa. O que começou como uma paixão hoje é um negócio que, além de produzir cerveja, também ensina.  Dentro da fábrica, a primeira escola cervejeira de Minas Gerais. A cervejaria já formou mais de 1800 alunos no curso de produção de Cervejas Especiais.

Felipe Viegas, da Cervejaria Taberna do Vale, estará em Campo Grande para ministrar o curso de degustação, harmonização e produção de cervejas especiais. Uma oportunidade para quem deseja entrar no mundo das cervejarias e começar a sua própria produção. São dois dias de curso, abrangendo Degustação, Harmonização e a Produção de Cerevejas Artesanais, com direito a noite com degustação de quatro tipos de cerveja harmonizados com quatro pratos. O curso é acontece sexta-feira e sábado e as vagas são limitadas. Maiores informações (67) 8413-0011 ou (67) 8165-2868.

Karla Machado com Assessoria