25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

CORONAVÍRUS

MS é o estado que menos respeita o isolamento social; apenas 3 cidades

Corguinho, Jateí e Jaraguari, são os municípios que mais respeitam o isolamento

O Ministério da Saúde divulgou, na tarde do domingo de Páscoa (12.abril), os números atualizados do novo coronavírus. Segundo a pasta, 22.169 infectados e 1.223 mortes. A taxa de letalidade do vírus vem crescendo no Brasil e chegou a 5,5%. No Mato Grosso do Sul, foram confirmados 101 casos e o estado tem duas mortes. No boletim da Covid-19 divulgado ontem pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, apenas três municípios aparecem com boa pontuação: Corguinho, Jateí e Jaraguari, que mais respeitam o isolamento. MS é o estado em que menos está se respeitando o isolamento social. 

Liderando o pior índice de isolamento do Brasil, aparece Mato Grosso do Sul. O governo divulgou também neste domingo (12.abril) o ranking do cenário da quarentena em todos os 79 municípios do Estado.

Sete Quedas (29,6%), Tacuru (37%), Iguatemi (39,1%), Glória de Dourados (40,7%), Naviraí (40,9%), Figueirão (41%), Alcinópolis (41,3%), Ivinhema (41,8%), Maracaju (42,7%) e Jardim (43,3%) são os municípios de Mato Grosso do Sul que ocupam as dez piores colocações no ranking das cidades.  

Geraldo Resende, cobrou dos prefeitos das cidades piores colocadas na lista que tomem atitudes para que os moradores respeitem o isolamento e contribuam para que o novo coronavírus fique controlado no Estado. 

Do sábado (11.abril) para domingo foram confirmados 1.442.  Pelo pouca adesão ao isolamento social, no Centro Oeste, o Distrito Federal é o estado que tem o maior número de casos, com 614 casos confirmados e 14 mortes. 

A baixa adesão ao isolamento social identificado nos últimos dias, pode vir a sobrecarregar o sistema público de saúde nas próximas duas semanas, provocando o que as autoridades mais temiam: o pico da pandemia com número de leitos insuficiente para atender todos os infectados pela Covid-19 em MS. 

VEJA ABAIXO O BOLETIM COMPLETO DIVULGADO NESSE DOMINGO DE PÁSCOA

PANORAMA NO BRASIL

O estado de São Paulo ainda concentra o maior número tanto de casos (8.755) quanto de mortes (588). O Rio de Janeiro continua sendo o segundo estado com mais registros de contaminação. São 2.855 casos e 170 mortes. Na Região Norte, o Amazonas concentra o maior número de casos, com 1.206 e 62 mortes.

Na Região nordeste, o Ceará se destaca, com 1.676 casos e 74 mortes. No Centro-Oeste, o Distrito Federal tem o maior número de casos, muito à frente dos demais, com 614 casos e 14 mortes. Os estados do Sul do Brasil apresentam um número de casos mais parelho. Santa Catarina é o estado da região com mais casos, 768, e o Rio Grande do Sul é estado com menos, 653. O Paraná tem o maior número de mortes do estado, 30, e 738 casos.

A evolução no número de casos notificados, bem como de mortes, oscila. Da última sexta-feira (10.abril) para (11.abril), 68 novas mortes foram confirmadas. Já de ontem para hoje, foram 99 novas mortes. O pico de evolução de mortes de um dia para o outro foi no dia 9 de abril, que registrou 141 novas mortes em relação ao dia anterior. Em relação aos casos notificados, o pico foi no dia 8 de abril, quando 2.210 novos casos foram confirmados.