19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

RESPOSTA À CRISE

'Ao amigo e ao cavalo, não apertá-lo': presidente e ministro mirados

Tem cavalos na mira do (h)aras, mas dessa vez o destaque dos garanhões (ou serão capões?) não é tão positivo. Está no lombo dos dois equinos que mais aparecem na mídia, relinchando asneiras em época de pandemia, a investigação da crise que tirou o ar de muitos.

Pela morosidade que as terras tupiniquins analisam os crimes contra sua pátria e os indivíduos de sua nação, ainda é preciso ponderar se recomendar fármaco ineficiente é realmente um crime praticado pelos dois “animais”.

Na hora em que tem notícia-crime acusando de basicamente não agir para ajudar moradores que morriam sem ar, ou ainda de retardar ação de socorro, qualquer palavra ou atitude que prestasse auxílio a vidas que se esvaiam, aí os dois viram potrinhos.