12 de agosto de 2022
Campo Grande 25º 14º

TRAGÉDIA | MINAS GERAIS

Professora da UEMS, esposo e 2 filhos pequenos são encontrados soterrados

De férias em MG, família de MS tentava chegar ao aeroporto para retornar para casa

A- A+

Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino Santos, de 40 anos, professora da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) de Aquidauana, o marido dela, advogado Henrique Alexandrino dos Santos, de 41 anos, e os filhos do casal, Vitor Cardoso Alexandrino Santos, de 6 anos, e Ana Alexandrino Santos, de 3 anos, foram encontrados mortos soterrados sob a lama no sábado (8.jan.22) em Brumadinho (MG).

O local exato do achado dos corpos é no condomínio Retiro do Chalé, região metropolitana de Belo Horizonte. As informações são do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

A família estava visitando parentes em Paula Cândido (MG) e no sábado saíram da cidade para pegar voo de volta a Mato Grosso do Sul, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins. 

Eles estavam em um Toyota Corolla dirigido pelo primo de Henrique, Geovane Vieira Ferreira, de 42 anos.

No trajeto, porém, eles se depararam com um bloqueio na BR-040, causado pelo transbordo de um dique de contenção na Mina Pau Branco, da Vallourec Mineração.  A família decidiu, então, pegar um desvio. O advogado chegou a avisar ao pai sobre a mudança no trajeto, por volta das 13h daquele dia. Desde então, eles estavam desaparecidos. 

Eles saíram de Paula Cândido, na Zona da Mata, com destino ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, onde pegariam um voo para o Mato Grosso do Sul. Eles saíram de Paula Cândido, na Zona da Mata, com destino ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, onde pegariam um voo para o Mato Grosso do Sul. À esquerda está Geovane Vieira Ferreira. Ao lado está a pequena Ana, a professora, o pequeno Vitor e o advogado. 

Geovane Vieira é primo do secretário de Estado de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, e a família estava na casa dele em Paula Cândido. Geovane pretendia retornar ao município após deixar os familiares no Aeroporto de Confins, mas também morreu soterrado.  

O Corpo de Bombeiros disse que o carro foi carregado e revirado por cerda de 400 metros. O veículo estava com a estrutura completamente distorcida. O primeiro corpo achado foi de uma das crianças, que teria sido aremessada.  

O corpo da professora só foi encontrado pelos militares no início da noite desta segunda-feira, junto às ferragens do veículo. Depois disso, os militares confirmaram as identidades das 5 vítimas.  

MANIFESTAÇÕES

A UEMS e a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS) lamentaram a morte do casal.

"A professora Deisy deixa seu legado na UEMS, embora tenha atuado por apenas quase seis anos, demonstrou ser uma profissional de altíssimo nível, e uma pessoa capaz de colaborar com o crescimento coletivo. A família que conhecemos do curso de Agronomia de Aquidauana lamenta estas perdas, e eleva aos familiares e amigos nosso profundo pesar”, disse o curso em que ela era docente.

A gerência da Unidade de Aquidauana também registrou que todos se encontram "consternados com a triste notícia desta tragédia terrível com a nossa professora Deisy e familiares".

"A professora Deisy, apesar de sua história ser recente na UEMS, deixa um enorme legado marcado pela sua capacidade técnica e compromisso no exercício das suas atividades. O momento é de profunda tristeza para todos nós", disse o prof. O Dr. Elói Panachuki, gerente da UEMS.

A OAB, publicou que a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), lamenta profundamente o falecimento do Secretário-Geral Adjunto da Subseção Aquidauana, Henrique Alexandrino Santos e sua família, em Minas Gerais.

Eles disseram que o advogado era mineiro, nascido em Viçosa, e há 10 anos advogava.

O Presidente da OAB/MS Bitto Pereira lamentou o ocorrido.

“Estamos todos comovidos com essa tragédia que ceifou a vida do Advogado e Secretário-Geral Adjunto da Subseção Aquidauana Henrique Alexandrino Santos, sua esposa, filhos e primo. Nossas sinceras condolências aos familiares neste momento de dor e que Deus possa confortar o coração de todos os familiares”.