24 de julho de 2021
Campo Grande 33º 17º

"BENEFÍCIOS"

'Mais Social' não impede o recebimento do 'Auxílio Emergencial 2021'

Com os R$200 do programa estadual, mães solo poderão receber até R$575, se somados os dois auxílios

A- A+

Adiado pelo Governo Federal, a partir de amanhã o trabalhador cadastrado no Auxílio Emergencial de 2020, saberá se tem acesso às quatro parcelas de pagamentos da etapa 2021. Com o programa "Mais Social" aprovado de forma unânime ontem (31.mar.2021), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS), o candidato que se encaixa em ambas as categorias de recebimento, pode ficar tranquilo pois o pagamento de um não irá interferir no recebimento do outro, segundo informações da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast).

"O recebimento do 'Mais Social' não vai interferir quem estiver recebendo o auxílio emergencial, porque o programa do Governo Estadual não tem caráter emergencial, ele é perene. Enquanto a pessoa - que já recebe do Vale Renda - se encontrar nessa situação de vulnerabilidade, ela irá continuar recebendo desse novo programa", explica Elisa Cleia Nobre, titular da Sedhast.

Com isso, mulher chefe de família sem marido ou companheiro, com pessoa em casa menor de 18 anos de idade poderá receber R$575, se somados o "Auxílio Emergencial" (R$375,00) ao "Mais Social" (R$200,00)

Pelo programa federal, o pagamento será feito em quatro parcelas, com benefício no valor de R$250 por família, com os valores diferenciados para as mulheres que criam filhos sem auxílio paterno, sendo que pessoas sozinhas receberão apenas R$150.

Segundo o ministro da Cidadania, João Roma, em entrevista à rádio CBN, o adiamento da consulta para 6ª feira (2.mar.2021) se deu porque o sistema online para consultas ainda está sendo finalizado. Ele garantiu que, a partir de amanhã, a consulta estará disponível pela página do ministério e também pelo site da Dataprev e pela Caixa. "É uma gama muito grande de informação, envolve várias instituições. Não é necessário ir presencialmente às agências da Caixa. Vamos evitar aglomerações", disse.

Beneficiados podem realizar consulta pela página Consulta Auxílio Emergencial https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/#/, informando o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. O serviço também estará disponível através dos canais da Caixa: pelo auxilio.caixa.gov.br ou telefone 111.

BENEFÍCIO ESTADUAL

Com os cartões exclusivos, no valor de R$200/mês, o trabalhador poderá fazer a compra de alimentos e produtos de higiene pessoal, não sendo permitida aquisição de bebidas alcóolicas e produtos à base de tabaco, sob pena de exclusão do beneficiário do programa.

O "Mais Social" vai ampliar a cobertura que já era feita pelo “Vale Renda”, que hoje atende 30 mil famílias, com o valor de R$ 180,00, e as famílias serão transferidas gradativamente para o novo programa.