25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

COVID-19

Se seguir mesmo ritmo, em 2 dias Brasil será o 2º país no mundo em casos do vírus

Registrando recorde de 1.188 mortos nesta quinta-feira (21), o Brasil confirmou mais 18.508 contaminados pela doença

Se seguir o mesmo ritmo de mais de mil mortes ao dia, com diferença de pouco mais de 16 mil casos e a curva ascendente na propagação da doença, o Brasil deve superar em dois dias a Rússia em número de casos de Covid-19, ficando assim apenas atrás dos Estados Unidos em número de infectados pelo coronavírus. O país se tornaria, então, o segundo no mundo.  

Hoje (22.maio), o País registou 20.112 mortes de brasileiros, e ultrapassou a marca dos mais de 300 mil infectados. Tendo 125.960 pessoas recuperadas. No mundo já são 5 milhões 219 mil e 900 casos de infectados confirmados. Cerca de 2 milhões 097 mil e 281 pessoas recuperaram-se, outras 335 mil 108 morreram vitimadas pela covid-19. 

Registrando recorde de 1.188 mortos nesta quinta-feira (21), o Brasil confirmou mais 18.508 contaminados pela doença. O número de infecções, que se mantém acima dos 17 mil nos últimos três dias, é muito superior ao da Rússia, que teve 8.894 novas infecções nas últimas 24 horas.

 Três a cada cinco cidades brasileiras têm casos de Covid-19 e quase uma a cada quatro já registrou ao menos uma morte pela doença, revelam dados do Ministério da Saúde. O vírus tem ganhado território de maneira acelerada no Brasil. Entre abril e maio, em média, a doença se espalhou por cerca de 630 novas cidades a cada 10 dias.

Na terça-feira (19), ao menos 3.398 dos 5.570 municípios brasileiros tinham cidadãos com Covid-19. Atualmente o Brasil é o terceiro país do mundo em número de infectados, atrás de Estados Unidos e Rússia.

São mais de 310 mil registros, mas há problemas de subnotificação e carência de testes. Estudos estimam que o número real de casos pode ser mais de dez vezes maior.A reportagem contabilizou os dados da doença até terça.

Os russos, no entanto, estabilizaram a situação e há vários dias o número de novas infecções permaneceu abaixo de 9.000. Na quarta-feira, pela primeira vez, o país registrou queda no número de pacientes (-633).

No comparativo das taxas de contaminação entre os dois países, o Brasil supera a Rússia em cerca de 10 mil novos casos de Covid-19 a cada 24 horas. Com isso, o número de brasileiros contaminados deve superar em dois dias o de infecção dos russos.

Com 94.729 mortos, os Estados Unidos tem 1.577.758 contaminados pela Covid-19. Os dados são da Universidade Johns Hopkins.