27 de setembro de 2020
Campo Grande 39º 25º

PPL deve acatar decisão da maioria e se aliar a Delcídio

A cúpula do PPL (Partido da Pátria Livre) se reúne hoje à tarde em Campo Grande para definir qual candidato a governo do Estado o partido irá apoiar. A princípio, o partido havia declarado apoio ao candidato do PMDB Nelson Trad Filho, mas nas últimas semanas, a base do PPL tem pressionado as lideranças partidárias para que a sigla caminhe ao lado de Delcídio do Amaral candidato do PT ao governo. Conforme Alceu Filho, membro da executiva do partido, existe uma grande pressão da militância para que o PPL fique ao lado de Delcídio nestas eleições. "Estamos chegando em Campo Grande para nos reunir e discutir com o partido sobre quem terá nosso apoio. Vamos definir tudo com partido, mas é fato que a maioria defende o apoio a Decídio", afirma. Caso o PPL confirme ainda hoje adesão à chapa petista, o PMDB perde mais um aliado e o PT amplia a chapa para 12 partidos. Hoje o PT conta oficialmente com apoio de PDT, PR, PROS, PCdoB, PRP, PV, PSDC, PSL, PTB, PTC. Outro partido que pode entrar para o "busão" de Delícido é o PP, que realiza convenção hoje à tarde. Segundo presidente da Comissão Provisória do Estado, ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal, tudo indica que o partido irá seguir a orientação da executiva nacional e caminhar com o PT. Heloísa Lazarini