12 de junho de 2024
Campo Grande 23ºC

EXECUTIVO FEDERAL

Presidente Lula vai fazer reforma ministerial

A- A+

O presidente Lula está traçando planos para uma reforma ministerial estratégica, que será implementada em sincronia com as eleições para as presidências da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, agendadas para o início de fevereiro de 2025.

Fontes próximas ao presidente indicam que as negociações já estão em andamento, sendo elaboradas durante o segundo semestre deste ano, com o objetivo de inaugurar 2025 com um novo quadro ministerial e uma nova agenda de ações. De acordo com assessores, a estratégia do líder petista é utilizar a reforma ministerial como uma ferramenta de negociação com os partidos durante as discussões para a seleção dos sucessores do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Nos corredores do Palácio do Planalto, há uma forte especulação de que Lula está planejando substituir o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, encarregado da articulação política do governo com o Legislativo.

Após uma série de reveses no Congresso, o presidente Lula reconhece a necessidade de implementar mudanças nessa área, em resposta às derrotas consecutivas do Executivo no Congresso Nacional. Contudo, Lula está optando por não realizar as substituições imediatamente, a fim de evitar ceder à pressão do presidente da Câmara, Arthur Lira, que há meses vem exigindo a demissão de Padilha.