21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

'ANIMAL ARTEIRO'

"Raposa no Galinheiro": Infiltrada paga de povão para passar a perna

A- A+

Tem cidadã que conseguiu inserir-se no sistema, hoje desfruta da folha em que passa o dinheiro e ainda fica fazendo burburinho na cabeça de quem não entende. A ser humana afundou-se na fundação, ergueu setor e encheu a mão de graxa, agora fala para essa galera que estão querendo lhes passar a perna. Você é raposa no galinheiro. 

Enquanto os iguais brigam entre si, fica escancarado o desejo individual de cada um de não partilhar é nada. Cada um por si e, quem do alto de sua glória puder "pagar" os serviços de seu igual, tá querendo, só para uma vez na vida pagar de patrão. Fazia para o público, nunca precisou do público e agora tá aí, como criança mimada que não quer dividir uma bolacha do pacote que ganhou.