19 de junho de 2024
Campo Grande 22ºC

7 razões científicas que explicam porque o bumbum grande é o preferido

A- A+

No universo das pesquisas científicas, muitas descobertas ajudam a entender o mundo, uma das últimas divulgadas fala sobre a importância da gordura no quadril para o desenvolvimento do cérebro do bebê. Conforme estudo da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, a gordura dessa região tem papel determinante no desenvolvimento do cérebro dos recém-nascidos. 

"A gordura destas áreas é um depósito para a formação do cérebro do bebê", explica o professor Will Lassek, epidemologista responsável pela pesquisa. Ele explica que, além de ser necessária uma grande quantidade de gordura para desenvolver o sistema nervoso, a gordura presente nessa região do corpo é rica em DHA, um ácido graxo tipo ômega-3, muito importante para o cérebro humano.

Um outro estudo, feito por pesquisadores da Universidade de Oxford, conclui que mulheres com nádegas maiores do que a média não são apenas mais inteligentes, como são também mais resistentes a doenças crônicas. 

Outros estudos realizados na Universidade da Califórnia e na Universidade de Pittsburg indicam que mulheres de quadris largos e cintura fina podem viver mais que a média das mulheres.

Abaixo estão 7 razões científicas porque é bom ter um bumbum grande:

  1. Circunferência: a forma mais arredondada é crucial para a nutrição do bebê;
     
  2. Curvatura: um bumbum empinado significa juventude e juventude significa fertilidade;
     
  3. Ângulo da coluna: 45º é o ângulo perfeito para suportar o peso de uma gravidez;
     
  4. Gordura corporal: um bumbum saudável tem de 20% a 24% de gordura e essa gordura é importante para o desenvolvimento do cérebro do bebê;
     
  5. Largura do quadril: quadril largo facilita o nascimento do bebê;
     
  6. Diâmetro da cintura: uma cintura fina significa que não tem bebê lá dentro;
     
  7. Proporção quadril/cintura: a proporção entre 0,67 e 0,8 cintura/quadril é mais atrativa. Para descobrir qual a sua, basta dividir o tamanho da cintura pelo quadril.