18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

FEMINICÍDIO | CAMPO GRANDE

Bêbado, Rafael atropela e mata namorada; foi preso chorando ao lado do corpo

Crime aconteceu nesta madrugada após os jovens discutirem em um bar na Capital

A- A+

Rafael Souza, de 19 anos, foi preso em flagrante hoje (15. maio) após, embriagado, atropelar e matar a namorada, Mariana Vitória Vieira, de 19 anos. A vítima tentou impedir que Rafael saísse com o carro por ele estar bêbado. Rafael foi preso às 5h, sentado ao lado do corpo na Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camillo, no bairro Santa Fé, em Campo Grande.

Policiais do Batalhão de Polícia de Trânsito viram o rapaz sentado aos prantos próximo ao corpo da jovem que tinha marcas de pneu na região do abdômen.

Segundo a polícia, o rapaz entrou no veículo, a moça parou em frente ao carro na tentativa de impedir que ele seguisse, no entanto, ele acelerou e a jovem ficou suspensa no capô. Rafael seguiu por alguns metros em alta velocidade, subiu no meio-fio e bateu num poste. Com o impacto Mariana foi arremessada ao asfalto.  A polícia acredita, que analisando o cenário, o suspeito ainda teria passado com o carro sobre o corpo da vítima. O veículo parou a cerca de 50 metros a frente do local da colisão. 

Em teste de etilômetro, o resultado foi de 0,89 mg de álcool por litro de sangue no corpo de Rafael. Momentos após ser algemado e colocado na viatura da Polícia Militar, investigadores da 1ª Del. Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) chegaram ao local e prenderam Rafael por feminicídio.

De acordo com a perícia, Mariana morreu com múltiplas fraturas e havia marcas de pneu na barriga da jovem. Rafael não teve ferimentos e demonstrou arrependimento. Ele foi levado para a Deam, que vai investigar o caso.

Antes do acidente, segundo apurado pela reportagem, o casal estava em um bar na região da Avenida Afonso Pena. Lá eles teriam discutido, sendo que Mariana não queria deixar o namorado ir embora, já que ele estava embriagado. Na ocasião, a jovem subiu no capô do veículo e o rapaz dirigiu com ela em cima do carro até a Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camilo.