17 de abril de 2024
Campo Grande 22ºC
SLOGAN- PREFEITURA
CARAAPO

Conversando Direito

A cilada do empréstimo não solicitado: entenda essa fraude!

A cilada do empréstimo não solicitado: entenda essa fraude!

Por incrível que pareça, instituições financeiras estão depositando dinheiro na conta das pessoas sem que estas solicitem, trata-se do empréstimo não solicitado!

E essa prática teve início, ou pelo menos se agravou, após o início da pandemia!

Inclusive, segundo informações levantadas pelo PROCON de São Paulo, as reclamações de consumidores no que diz respeito à concessão de crédito consignado não autorizado cresceram 156% só em 2021.

Agora você deve estar se perguntando “Mas por qual motivo essa benção do empréstimo não solicitado não acontece comigo? Tava precisando de um dinheirinho!”.

Acontece que as coisas não são bem assim, afinal, todos nós sabemos que os bancos não dão ponto sem nó.

Então, vamos entender um pouco mais sobre o funcionamento dessa estranha prática dos bancos de conceder empréstimos não solicitados e evite cair nessa cilada!

Continue conosco e confira os seguintes tópicos:

  • Afinal, o que é o empréstimo não solicitado?

  • E como funciona o golpe de crédito não autorizado?

  • Quem são as principais vítimas do golpe do empréstimo não solicitado? 

  • O que fazer em caso de empréstimo não solicitado?

  • Como cancelar empréstimo consignado não solicitado?

Vamos começar?

Afinal, o que é o empréstimo não solicitado?

O empréstimo não solicitado é uma forma que os bancos encontraram de enfiar produtos financeiros nos consumidores e lucrarem valores absurdos com os juros!

E, não sem razão, os bancos realizam esse depósito na modalidade de crédito consignado, que é aquela que o desconto é feito em folha!

Assim, eles não têm risco nenhum de não receber.

E como funciona o golpe de crédito não autorizado?

Essa prática do banco funciona de modo que os valores do empréstimo são depositados na conta do consumidor sem que ele sequer saiba.

Assim, por acaso, ele acaba descobrindo os valores e, no mês seguinte, começam os descontos das mensalidades do empréstimo.

É importante que você entenda que no final, não vale a pena ficar com o empréstimo não solicitado.

Isso porque a quantidade de parcelas que você vai pagar irão superar, e muito, os valores do empréstimo.

É justamente por isso que os bancos estão realizando essa prática, para lucrar!

Segundo informações levantadas pela Folha de São Paulo, os agentes ligados às engrenagens das instituições financeiras que realizam a prática do empréstimo não autorizado acabam ganhando até 30% de comissão por cada consumidor que conseguem angariar para essa cilada. 

Quem são as principais vítimas do golpe do empréstimo não solicitado? 

Como dito anteriormente, a modalidade de empréstimo para esse golpe é o consignado, é aquele que o desconto é em folha.

De modo que o banco não terá nenhum risco de não receber.

É por isso que as principais vítimas dessa prática são os funcionários públicos, aposentados e pensionistas.

O que fazer em caso de empréstimo não solicitado?

Caso você perceba que o banco realizou o depósito de valores na sua conta sem sua autorização ou então que está realizando descontos indevidos, é preciso comunicar a instituição financeira de imediato. 

Realize uma reclamação por escrito em algum dos meios de contato disponibilizado pela instituição.

Caso o contato esteja muito difícil, utilize a plataforma “consumidor.gov”, lá você poderá realizar uma reclamação e o banco será notificado para responder em até 10 dias.

É importante que nas suas reclamações você deixe claro que não solicitou o empréstimo e quer devolvê-lo sem encargo algum, já que foi o banco que o depositou indevidamente.

Na hipótese de a instituição financeira resistir à sua pretensão, você deverá procurar um advogado especializado em Direito do Consumidor.

Ele é o profissional mais adequado para solucionar o seu caso!

Como cancelar empréstimo consignado não solicitado?

Já em contato com um advogado, este profissional irá realizar uma ação que objetiva o depósito dos valores em juízo, assim como a restituição dos valores que foram cobrados indevidamente de você.

A depender do caso, o advogado poderá sustentar também que você tem direito ao dano moral.

Agora se você será indenizado ou não irá depender muito das circunstâncias, se a prática do banco te causou transtornos e do entendimento do Tribunal do seu Estado.

Mas é muito importante que você não gaste o dinheiro e o deposite em juízo, só assim estará livre de pagar juros abusivos para a instituição financeira!

Gostou do conteúdo? Confira outros em nossa coluna!

Este texto foi escrito pelo advogado João Carneiro, especialista e atuante no Direito do Consumidor!

Se você ficou com alguma dúvida ou tem algum conteúdo que gostaria de ver por aqui, é só chamar no whatsapp!

CARAAPO
Trio de mulheres vai definir seu próprio jogo na Capital
ELEIÇÕES 2024
há 1 hora

Trio de mulheres vai definir seu próprio jogo na Capital

Com 86 pontos alagados, prefeita mobiliza 13 equipes na Capital
PERÍODO CHUVOSO
há 8 horas

Com 86 pontos alagados, prefeita mobiliza 13 equipes na Capital

Delcídio do Amaral enfrenta revés judicial em caso de propina milionária
TJMS
há 9 horas

Delcídio do Amaral enfrenta revés judicial em caso de propina milionária

Brasil subirá mais, tornando-se a 8ª maior economia do mundo
ECONOMIA | FMI
há 13 horas

Brasil subirá mais, tornando-se a 8ª maior economia do mundo

Bolsonarista que presidiu a Aprosoja é alvo da PF em MS
OPERAÇÃO LESA PÁTRIA
há 1 dia

Bolsonarista que presidiu a Aprosoja é alvo da PF em MS

Verruck, 'um dos intocáveis', nega candidatura que incendiou prós, contras e "próximos"
SEM FIO DA MEADA
há 1 dia

Verruck, 'um dos intocáveis', nega candidatura que incendiou prós, contras e "próximos"