16 de outubro de 2021
Campo Grande 26º 20º

Confinar 2016

Mesmo sem estar imune à crise, agropecuária tem expectativas positivas

A- A+

O ano não começou muito bem no ponto de vista econômico. As informações diárias na imprensa local e nacional mostram um cenário nada animador para 2016. Apesar da tendência negativa, especialistas acreditam que a agropecuária deve resistir à crise e fechar o ano em alta. O atual patamar econômico e a influência no setor será abordado no Confinar 2016 - Simpósio sobre Confinamento Bovino, que acontecerá nos dias 31 de maio e 1º de junho, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

Exemplo dos sinais de sobrevivência do setor é que, de acordo com as últimas informações do Mapa - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Valor Bruto de Produção está estimado para 2016 em R$ 488 bilhões e apesar de ficar muito próximo do patamar de 2015, representa um recorde histórico em comparação aos anos anteriores. Com destaque para a soja, cuja a renda do segmento deve subir quase 12%, atingindo R$ 114,3 bilhões e para a cadeia produtiva da avicultura, onde o VBP, projetado em R$ 53,5 bilhões, deve subir 12%.

Para o economista Luiz Gama, o resultado é ocasionado pelo aumento de produção e aumento de preços dos principais produtos da nossa agropecuária. " O VBP nada mais do que a produção multiplicada pelo preço do produtos, em 2016 esperamos tanto um aumento da produção quanto um aumento de preços, este ultimo puxado pela alta do dólar.  Os preços do milho, por exemplo, já são recordes", salienta.

Gama explica que o fluxo produtivo da agropecuária é diferente dos outros setores. "A dinâmica na agropecuária é diferente dos demais setores, o ciclo de plantar e colher dura menos de um ano entre uma safra e outra, a agropecuária, portanto, é mais dinâmica. Além disso, o setor mais beneficiado pela alta do dólar, num cenário de queda dos preços das commodities no mercado internacional, mas interna a alta dos preços certamente impactará a inflação dos alimentos em 2016, o milho, por exemplo, é o principal componente da ração de suínos e aves".

Confinar 2016 - Em sua quinta edição, o Confinar já consta na lista dos principais eventos sobre pecuária de corte de Mato Grosso do Sul e região e será realizado nos dias 31 de maio e 1º de junho.  O objetivo principal do simpósio é fornecer ao pecuarista uma série de novas informações por intermédio das opiniões dos melhores analistas e dos dados dos principais pesquisadores do setor para aumentar a rentabilidade do negócio.

Em 2015, o evento contou com a participação de mais de mil pessoas, provenientes de onze Estados. Além disso, estiveram no Confinar produtores rurais vindos da Bolívia, Argentina e Paraguai. O evento teve mais de dez apresentações com temas que abordaram desde a legislação, custo e oportunidades à importância da profissionalização no agronegócio.