04 de maro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Queima de madeira tem criado aumento na geração de energia

O Sindicato Rural de Dourados recebe no próximo dia 6 de novembro palestras sobre o Programa Mais Floresta, promovido pelo Senar/MS ( Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) que na oportunidade serão ministradas por  José Carlos Bianchini Sottomaior, que vai apresentar novidades sobre equipamentos e tecnologias avançadas para a produção de biomassa não só de florestas, mas também de resíduos agrícolas e urbanos.

O Programa Mais Floresta já foi realizado nos municípios de Três Lagoas e Maracaju. Conforme um dos organizadores do evento, Paulo Cardoso, existe a necessidade de haver circulação de informações a respeito do assunto. Segundo ele, nos últimos dois anos foram criadas, cinco novas empresas de produção de cavaco.

De acordo com palestrante, os silvicultores, que antes não tinham para quem vender suas florestas, agora vislumbram um novo mercado que “só tende a crescer nos próximos anos, por isso a necessidade de debatermos o tema geração de energia a partir da biomassa”, disse Paulo Cardoso. Usinas de açúcar e de álcool, bem como fábricas de celulose já produzem energia a partir da biomassa. As empresas armazenadoras de grãos, aviários e frigoríficos também usam a madeira e o cavaco do eucalipto para gerar calor e energia, no Estado, conforme o palestrante.