27 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 22º

'DESVID-19'

Após flagra de dinheiro da Covid-19 na cueca, senador deixa vice-liderança de governo

Ação da Polícia Federal envolve aliado de Bolsonaro em desvio de recursos que deveriam ser usados na guerra contra o coronavírus

Pressionado pelo Palácio do Planalto, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), alvo de operação da Polícia Federal flagrado com dinheiro supostamente da Covid-19 na cueca em sua residência, pediu nesta 5ª-feira (15.out.2020) para deixar a vice-liderança do governo de Jair Bolsonaro no Senado. 

“Ele acabou de entrar em contato comigo, tomou a iniciativa de pedir afastamento do posto, para se defender. Já encaminhei o ofício sobre sua saída à Secretaria de Governo”, afirmou Fernando Bezerra.

O presidente Jair Bolsonaro se adiantou na tentativa de se desvincular do aliado e destituiu o senador do cargo de vice-líder do governo no Senado, por meio de edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) desta 5ª-feira. Rodrigues representava o Palácio do Planalto dentro do Congresso e foi escolhido diretamente pelo presidente para atuar como representante entre os parlamentares.

A tentativa de esconder dinheiro dentro da roupa foi revelada pela revista "Crusoé". Em nota, Chico Rodrigues afirmou que não tem envolvimento com qualquer ilícito.

Segundo o líder do governo no Senado, ainda nesta quinta o Palácio do Planalto vai encaminhar mensagem à mesa da Casa oficializando o afastamento de Chico Rodrigues do grupo de vice-líderes.