01 de julho de 2022
Campo Grande 30º 19º

ALVO DE ATENTADO

Confirmam morte cerebral do prefeito José Carlos Acevedo

Ele estava internado desde que foi alvo de atentado

A- A+

O prefeito de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo, teve morte cerebral na noite deste sábado (21.mai.22). Ele estava internado desde que alvo de atentado a tiros no dia de 17 maio. 

Ronald Acevedo, governador do departamento paraguaio de Amambay, do qual Caballero é capital, disse que seu irmão foi interceptado por três homens armados quando deixava a sede da prefeitura. "O presidente Mario Abdo Benítez é o único responsável por tudo o que está acontecendo na cidade", acusou.

O governador perdeu a filha de 21 anos em um atentado ocorrido em outubro de 2021, no qual três pessoas morreram na saída de uma boate. Seu outro irmão, Roberto Acevedo, ex-presidente do Congresso paraguaio, escapou de um ataque em 2010, no qual morreram dois seguranças.

Segundo estatísticas policiais, na fronteira seca, no raio de Caballero e Ponta Porã, no Brasil, são registrados cerca de 150 assassinatos por ano relacionados ao crime organizado.

Indagado sobre qual teria sido o motivo do ataque, o governador respondeu: "É porque fazemos bem o nosso trabalho, como aconteceu com o promotor Marcelo Pecci", referindo-se ao funcionário do Ministério Público assassinado na semana passada na Colômbia.