GEO AND DEVICES - POR TERO QUEIROZ

MS Notícias

quinta, 28 de maio de 2020

SOCORRO

Lei de Emergência Cultural pode ter voto favorável unânime, diz deputado

PL 1.075 deve ser votada nesta 5ªfeira e 5 deputados sul-mato-grossenses confirmaram votos favoráveis a aprovação da Lei

Por: REDAÇÃO21/05/2020 às 09:39
ComentarCompartilhar
PL prevê que os profissionais do ramo recebam uma renda mensal, até o fim da quarentenaPL prevê que os profissionais do ramo recebam uma renda mensal, até o fim da quarentenaFoto: EBC

Pode ser votado nesta 5°feira (21.maio) o Projeto de Lei (PL) 1.075/2020 – Lei de Emergência Cultural –, relatado pela deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ). O projeto visa a socorrer artistas e técnicos em produções culturais, e preservar as condições de trabalho e sobrevivência no setor durante a pandemia do novo coronavírus. Ao menos quatro deputados federais sul-mato-grossenses, dentre eles Dagoberto Nogueira (PDT), Fabio Trad (PSD) e Vander Loubet (PT) confirmaram que votarão favorável a aprovação da lei. 

Além deles, Rose Modesto (PSDB) também disse que irá em favor da aprovação da Lei. "Ela é 100% favorável. Sempre", disse a assessoria da deputada. O colega dela de sigla, deputado Beto Pereira (PSDB) afirmou que irá votar pela aprovação da Lei. “Voto a favor da Lei de Emergência Cultural por entender que o setor, grande gerador de empregos, é um dos mais penalizados pela pandemia. É preciso socorrer os trabalhadores desse setor que foram os primeiros a paralisarem suas atividades e provavelmente serão os últimos a retomarem os trabalhos", argumentou Beto Pereira. 

Votam também por MS, os deputados Dr Luiz Ovando e Loester Trutis, os dois do PSL. A assessoria de ambos os deputados não atendeu os telefonemas da reportagem, para saber se votariam em favor ou contrários a aprovação da Lei. Bem como, a assessoria da deputada Bia Cavassa (PSDB), que não atenderam as ligações ao gabinete dos deputados em Brasília.  

A LEI 

A Lei de Emergência Cultural é considerada um respiro para a classe artística, que enfrenta o cancelamento de apresentações e o fechamento de casas de shows. A ideia, é que os profissionais recebam renda mensal de R$ 1.045, enquanto os espaços culturais teriam direito a R$ 10 mil mensais até o fim da quarentena.

Atualmente, o setor de cultura emprega quase 5 milhões de pessoas. Por meio do PL, se pretende ter acesso a recursos do Fundo Nacional da Cultura (FNC) e a 3% da arrecadação das loterias federais.

O projeto prevê ainda que os espaços auxiliados serão obrigados a realizar eventos mensais para estudantes da rede pública por um ano, após a retomada das atividades de cada local.

Dagoberto ainda confirmou putros 26 votos da bancada do PDT e falou em acordo pela aprovação unânime da Lei na Câmara. A votação deveria ocorrer na tarde de hoje, à 13h, mas pode não dar tempo, tendo então que ser adiada a votação, conforme adiantou interlocutores na Câmara. 

VEJA O VÍDEO DE DAGOBERTO NOGUEIRA 

Deixe seu Comentário

TV MS

15 de maio de 2020
Ministério da Cidadania fala sobre auxílio emergencial
Ministério da Cidadania fala sobre auxílio emergencial

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma