02 de dezembro de 2020
Campo Grande 33º 23º

RETRATAÇÃO

Tebet cobra pedido de desculpas de Bolsonaro ao Congresso

Na 5ª feira, após demitir Luiz Henrique Mandetta, Bolsonaro insinuou que Maia trama contra o seu governo

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), afirmou que as falas do presidente Jair Bolsonaro contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), expôs todos os parlamentares e cobrou pedido de desculpa do chefe do Executivo.

Na noite de quinta-feira, 16 de abril, após demitir Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde, o presidente insinuou, em entrevista à CNN, que Maia trama contra o seu governo.

"Não vamos tapar o sol com a peneira. A fala de ontem, infeliz, do presidente da República expôs todos nós, expôs de forma indevida", disse. "Neste momento em que estamos fazendo um esforço para aprovar medidas relevantes para o País, a fala do presidente foi indevida e enseja, para todos nós, o Congresso Nacional como um todo, um pedido de desculpas neste momento."

Durante pronunciamento, Simone Tebet disse que os parlamentares estão ajudando o governo com aprovação de medidas para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Afirmou ainda que a reação do Senado contra a votação da Medida Provisória do Contrato Verde e Amarelo "é natural", mas que espera que até segunda-feira, prazo final para votação do texto, todas as questões estejam resolvidas.