21 de outubro de 2021
Campo Grande 31º 17º

Ministra Kátia Abreu demonstra preocupação com riscos sanitários em evento no México

A- A+

Durante esta semana, na 18ª Reunião Ordinária da Junta Interamericana de Agricultura (JIA), no México, a ministra Kátia Abreu apresentou a criação de um grupo de trabalho para elaborar procedimentos de avaliação de riscos sanitários e fitossanitários entre os países das Américas do Sul, Central e do Norte.

O encontro foi promovido pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). Kátia Abreu pediu apoio aos colegas ministros para a criação do grupo, que será coordenado pelo IICA e deverá realizar atividades de avaliação de risco demandadas pelos países, com o objetivo de harmonizar regras e garantir a inocuidade dos alimentos. "Propomos a implementação de um grupo de trabalho para criação de procedimentos para a avaliação de riscos sanitários e fitossanitários para os países das Américas. Seria um grande exemplo para o mundo", disse em discurso a ministra.

A proposta foi apresentada pelo Brasil em forma de resolução e foi aprovada pela JIA. "Vamos dar início às discussões que culminem com a adoção de procedimentos harmonizados que não só facilitem, mas também confiram maior segurança ao comércio entre os países", completou.

A ministra afirmou ainda que a Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA) brasileira está disponível a todos os países do continente. Segundo ela, adoção de uma plataforma única nas Américas, medida que vem defendendo, melhorará a rastreabilidade e o controle sanitário. "São informações precisas sobre todas as etapas das cadeias produtivas, abrindo oportunidade de agregação de valor a inúmeros produtos agropecuários".