24 de julho de 2024
Campo Grande 31ºC

SETOR EM DESTAQUE

Celulose impulsiona economia de Mato Grosso do Sul

A- A+

No primeiro semestre de 2024, Mato Grosso do Sul viu um cenário econômico marcado por altos e baixos significativos. Enquanto o preço médio da celulose no mercado internacional aumentou impressionantes 45%, o estado enfrentou uma queda de 6,2% no volume faturado, compensada pelo aumento no valor por tonelada exportada. Este setor se destacou ao salvar a balança comercial estadual, cujo faturamento totalizou 5,098 bilhões de dólares, mesmo com a queda nas exportações de soja e minérios devido a variações nos preços e condições climáticas adversas.

A produção de celulose, concentrada em Três Lagoas, impulsionou os resultados positivos, com planos de expansão que incluem novas unidades em Ribas do Rio Pardo e Inocência, com investimentos bilionários previstos para os próximos anos. Por outro lado, o setor de minérios enfrentou desafios com a redução das exportações devido à baixa no nível do Rio Paraguai, afetando severamente o transporte de minério pela hidrovia.

Apesar das dificuldades enfrentadas por outros setores como a soja e o minério de ferro, a carne bovina apresentou um aumento no faturamento, impulsionado pelas exportações para a China. A diversificação continua a ser crucial para a economia do estado, especialmente diante das flutuações dos mercados globais e das condições ambientais imprevisíveis que influenciam diretamente as exportações e o desempenho econômico de Mato Grosso do Sul.